JUDAISMO HUMANISTA

O Judaismo Humanista é a pratica da liberdade e dignidade humana

Abraham Saba foi medico e erudito místico judeu espanhol logo ao ver que seus dois
filhos e mulher foram encarcerados, torturados e batizados a força ao cristianismo foge para Portugal, na qual jamais vai saber o destino de sua familia.
Saba vai deixar tudo para trás, mas consegue chegar em Portugal levando somente consigo suas obras misticas, mas em Portugal apesar das esperanças, descobre que a situação ainda é pior ,onde o Rei ordena ao Clero á recolher e queimar todo tipo de livro judaico e condenar a morte todo judeu que quardava com si esses livros.
Saba com uma tristeza enorme em seu coração enterrou toda a sua obra ao pé de uma árvore de oliveira que á chamou "A Árvore dos lamentos", pois sempre que passava frente a ela chorava pela perda de toda a sua obra.
Saba foge de Portugal para a cidade de Fez no norte da Africa terminando seus dias tristes nesse lugar em 1510.
Em Fez vai defender a tese do retorno dos bnei anussim ao Judaísmo em base de um dos principios fundamentais Talmutico, que dizia que aquele que reconhecesse a unidade de Deus deverá ser aceito de volta ao judaismo.
Abraham Saba escreveu em Fez uma de suas poucas obras que sobreviveu na história "Tseror Hamor" na qual manifestava seu clamor "Numa época de Bárbara intolerância e de ávido desejo de conversão basta as palavras significativas "Shema Israel" Ouve Israel para criar as crianças na fé israelita e protegê las contra a tentação.
Chanuka Sameach!

Exibições: 62

© 2019   Criado por Jayme Fucs Bar.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço