JUDAISMO HUMANISTA

O Judaismo Humanista é a pratica da liberdade e dignidade humana

Oi gente

Acabei de descobrir a página criada pela Marcela Barzilai, de Curitiba para aglutinar Bnai Mitzvá.

Que tal todos que tiverem filhos em idade de Bar ou Bat Mitzvá se inscreverem no grupo, para trocarmos ideias sobre isso, e eventualmente até bolarmos cerimônias conjuntas? E formações conjuntas?

 

 

Exibições: 115

Responder esta

Respostas a este tópico

Meu segundo filho, Iuri, não fez exatamente um Bar Mitzvá. Fez um ritual laico, então praticado em alguns kibbutzim e na comunidade argentina, e que o então sheliach do Hashomer, Yoshua, tinha idealizado: Ma´avar.

Foi muito legal. Os meninos tiveram uma professora, a Lilian Starobinas, que lhes ensinou história judaica, um pouquinho de rituais judaicos (bem pouquinho...), ética judaica, cultura (música etc.)...

Com certeza teríamos a capacidade de fazer isso hoje. É só 3 ou 4  da mesma cidade quererem. E por que não de cidades diferentes, se houver mais gente interessada,  já que hoje contamos com educação a distância?

 

Jayme, traga o Yoshua pra essa conversa!

Olá Sérgio! Já temos feito Bar e Bat Mitzvá aqui. O último foi da Marcela, minha filha e  Maryna e Mayara, filhas do Alberto Ribeiro, todos participantes do "JUDAISMO HUMANISTA". Criamos a tradição de após o Ritual celebrarmos esses eventos e as festas do calendário com Kidush regado à frutas, sucos e vinho e pão é claro.

Caso alguém queira algumas dicas estou à disposição.

 

                                                                                     Shalom,

                                                                                                Marcelo Barzilai

 

Sérgio Storch disse:

Meu segundo filho, Iuri, não fez exatamente um Bar Mitzvá. Fez um ritual laico, então praticado em alguns kibbutzim e na comunidade argentina, e que o então sheliach do Hashomer, Yoshua, tinha idealizado: Ma´avar.

Foi muito legal. Os meninos tiveram uma professora, a Lilian Starobinas, que lhes ensinou história judaica, um pouquinho de rituais judaicos (bem pouquinho...), ética judaica, cultura (música etc.)...

Com certeza teríamos a capacidade de fazer isso hoje. É só 3 ou 4  da mesma cidade quererem. E por que não de cidades diferentes, se houver mais gente interessada,  já que hoje contamos com educação a distância?

 

Jayme, traga o Yoshua pra essa conversa!

Marcelo, devo estar aí em Curitiba na de 17 a 20/5, na Conferência Internacional de Cidades Inovadoras. Aí adoraria conhecer toda essa galera.
Grand e Ideia,podem contar comigo.Bjs.PB

Responder à discussão

RSS

© 2019   Criado por Jayme Fucs Bar.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço