JUDAISMO HUMANISTA

O Judaismo Humanista é a pratica da liberdade e dignidade humana

  O que aconteceria se um evangélico de uma da maioria das igrejas do Brasil surpreendesse um "irmão" bebendo ou fumando? Com certeza ficaria escandalizado, ou então, com o perdão da brincadeira, julgaria que a maior parte das hostes e autoridades infernais teria tomando posse do corpo do "servo de Deus". Até mesmo alguns católicos e pessoas sem religião, influenciados por esse moralismo popularizado pelos evangélicos, consideram esses hábitos impuros e desaconselháveis, mesmo quando não induzem ao vício.

Padre, judeu ortodoxo, muçulmano e pastor fumantes. Com a exceção do muçulmano, certamente todos eles também apreciam uma boa bebida alcoólica.

Curiosamente, não há nada no seio das religiões abraâmicas que proíba o álcool e o tabaco (apenas o islamismo proíbe o álcool), porque não há nada na Bíblia que os proíba!

É uma lástima ver como alguns líderes inventam eles mesmos o que é certo e o que é errado, e ainda dizem que a Bíblia é seu único guia! Tais líderes são profundamente desonestos quando pegam textos isolados da Bíblia que parecem desaconselhar o vinho e usam aquilo como doutrina. Vi um pastor que chegou ao absurdo de dizer que não é verdade que o vinho tem propriedades positivas para a saúde, fato conhecido há muito, havendo até cientistas que desenvolvam pílulas que reproduzem o efeito benéfico da bebida¹.

Vamos ver pacientemente algumas ocorrências de vinho na Bíblia?

Grandes "apreciadores" bíblicos


E apresentou-lhes as porções que estavam diante dele; porém a porção de Benjamim era cinco vezes maior do que as porções deles todos. E eles beberam, e se regalaram com ele.
Gênesis 43:34

" se regalaram com ele" seria, como traduz o rabino Meir Matzliah Melamed², "embriagaram-se com ele". Há alguma censura aqui ao comportamento dos irmãos de José?

E Mardoqueu escreveu estas coisas, e enviou cartas a todos os judeus que se achavam em todas as províncias do rei Assuero, aos de perto, e aos de longe, Ordenando-lhes que guardassem o dia catorze do mês de Adar, e o dia quinze do mesmo, todos os anos, Como os dias em que os judeus tiveram repouso dos seus inimigos, e o mês que se lhes mudou de tristeza em alegria, e de luto em dia de festa, para que os fizessem dias de banquetes e de alegria, e de mandarem presentes uns aos outros, e dádivas aos pobres. Ester 9:20-22

O texto não faz referência direta ao consumo de álcool nesses banquetes extravagantes (e é necessário?), mas entre os judeus, a quem a lei diz respeito, é difundido o costume de praticar excessos durante a festa de purim, de forma que certo rabino do talmud afirmou que "uma pessoa é obrigada a beber em Purim até não saber mais a diferença entre 'amaldiçoado seja Haman' e 'abençoado seja Mordechai'"!!!!! ³

Elogio bíblico ao vinho

Ele rega os montes desde as suas câmaras; a terra farta-se do fruto das suas obras. Faz crescer a erva para o gado, e a verdura para o serviço do homem, para fazer sair da terra o pão, E o vinho que alegra o coração do homem, e o azeite que faz reluzir o seu rosto, e o pão que fortalece o coração do homem. Salmos 104:13-15

E também que todo o homem coma e beba, e goze do bem de todo o seu trabalho; isto é um dom de Deus. Eclesiastes 3:13

Pra que serve o vinho?


Não é dos reis, Lemuel, não é dos reis beber vinho; Nem dos príncipes dizer: Onde está bebida forte? Para não suceder que bebam e se esqueçam da lei, E pervertam o direito de quem anda aflito. Dai bebida forte ao que está para perecer, E vinho ao que está em amargura de coração. Beba um tal, e se esqueça da sua pobreza, E não se lembre mais da sua miséria. Provérbios 31:4-7

Em que gastar seu dízimo?


E quando o caminho te for tão comprido que os não possas levar, por estar longe de ti o lugar que escolher o Senhor teu Deus para ali pôr o seu nome, quando o Senhor teu Deus te tiver abençoado; Então vende-os, e ata o dinheiro na tua mão, e vai ao lugar que escolher o Senhor teu Deus; E aquele dinheiro darás por tudo o que deseja a tua alma, por vacas, e por ovelhas, e por vinho, e por bebida forte, e por tudo o que te pedir a tua alma; come-o ali perante o Senhor teu Deus, e alegra-te, tu e a tua casa; Deuteronômio 14:24-26

Quem mais bebia vinho?


O mestre supremo do cristianismo!

Porque veio João o Batista, que não comia pão nem bebia vinho, e dizeis: Tem demônio; Veio o Filho do homem, que come e bebe, e dizeis: Eis aí um homem comilão e bebedor de vinho, amigo dos publicanos e pecadores. Lucas 7:33-34
 Em verdade vos digo que não beberei mais do fruto da vide, até àquele dia em que o beber, novo, no reino de Deus. Marcos 14:25
Claro que os ensinadores da já tão citada religião vão dizer que se trata de suco de uva, e não de vinho... e pra enganar você, vão recorrer às "línguas originais" e fazer grande mirabolância pra dizer que Jesus podia ser duas vezes judeu, mesmo assim, não curtia um vinho na páscoa... É pra rir? O vinho da Bíblia não era vinho? Então Noé embriagou-se a ponto de tirar a roupa e sair nu, de suco de uva? Os convidados das festas de casamento e os pecadores beberrões festeiros e prostitutas cuja companhia João Batista evitava, mas Jesus não, só bebiam suco de uva? Vamos lá, né?

E como explicar os "textos que reprovam"?


O vinho é escarnecedor, a bebida forte alvoroçadora; e todo aquele que neles errar nunca será sábio Provérbios 20:1

Bem, se esse texto fosse a prova bíblica definitiva que a bebida é pecado, logo, a lista de "santos pecadores" é grande, dentre eles, o próprio Jesus!

Para esclarecer melhor a visão dos provérbios sobre o álcool, vejamos mais um versículo:

Não estejas entre os bebedores de vinho, Nem entre os comedores de carne. Provérbios 23:20

Logo, se por causa dessa reprovação proverbial é pecado beber álcool, comer carne também é! O que os provérbios sugerem é que não esteja o justo na roda dos que tem hábitos impuros ligados à bebida e à comida, que não seja entregue ao vinho mudando sua natureza em um bêbado repulsivo! Não há nada de proibição ao consumo aqui! O que é não saber interpretar diferentes linguagens! Não é porque um provérbio diz que o "vinho é escarnecedor" que ele vira pecado!

Só existia vinho no tempo da Bíblia?


Não! A cerveja tem pelo menos 6 mil anos de história também!4
Vamos parar de ser bíblicos demais e achar que, só por que o vinho é a única bebida alcoólica citada na Bíblia pelo nome, é a única autorizada! Percebamos que, muitas vezes o nome vinho é seguido na Bíblia de "bebida forte", ou seja, outras bebidas alcoólicas.

E onde fica o cigarro?


Mostramos que religiosos de tudo quanto é confissão, inclusive protestantes famosos como o escritor C.S. Lewis, eram fumantes.

O conhecimento de que tabaco pode trazer malefícios para a saúde é muito recente. Quase todo mundo há alguns séculos curtia um cachimbo ou charuto, e talvez pensasse que isso trouxesse até mesmo benefícios à saúde. Ora, se a Bíblia registra a tremenda gafe que "o sol parou", por que na época não sabia-se que a terra era que se movia, vamos fazer uma breve "reflexão cristã": se Jesus tivesse vindo à terra na Europa do século XVIII ou XIX, ele diria a seus discípulos que "fumar é pecado"? Ou, como diria algum pregador, "o cigarro é a chupeta do diabo"? Certamente eles não entenderiam e jamais aceitariam, visto que era algo muito mais do que normal.

Essa reflexão de "faz mal ou não" à saúde, na minha opinião, não está para o campo da religião. Muitos dos que dizem que fumar é pecado por fazer mal à saúde têm horrendos hábitos que fazem tão mal quanto a nicotina e o alcatrão.

Concluímos que o único motivo para uma religião cristã proibir o álcool ou o tabaco é mero PURITANISMO, sem apoio nenhum na Bíblia.  Você que diz que as Escrituras são seu único guia de fé e prática religiosa, quem está decidindo o que é feio e pecaminoso é "Deus" ou você?
________________________________________________________________

Exibições: 234

© 2020   Criado por Jayme Fucs Bar.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço