JUDAISMO HUMANISTA

O Judaismo Humanista é a pratica da liberdade e dignidade humana

Aqui estou, mais uma vez em Portugal na aldeia de Belmonte, aproveitando a linda paisagem da serra da estrela e ler nesse cenário de pastoral beleza a história dos judeus de portugal de Meyer Kayserling onde me emociono com cada episódio e relato que leio, principalmente no que aconteceu na noite de Chanuka de 1496 onde era um belo dia de 24 de dezembro, por acaso esse era uma noite de Natal e o acender da primeira vela de Chanuka . Foi nesse triste dia que se decretadou o destino dos judeus de Portugal. Onde o rei Dom Manuel ordenou que os judeus teriam um prazo de 10 meses para se converter ao cristianismo e se não teriam que abandonar Portugal.
Uma grande maioria começou a providenciar a partida principalmente para o imperio Otomano e Holanda,mas essa situação desagradou muito ao rei que tinha as esperanças de uma conversão sem o uso da força . Somente poucos judeu em sua maioria os ricos optaram por essa opção .
Dom Manuel frustado com seus planos e incentivado pelo clero fanático vai decretar na noite de Pascoa de 1497,que todas as crianças judias menor de 14 anos fosse arrancada de suas casas e levadas para ser criadas como cristã.
Pouco se fala e se estuda sobre esse triste episodio da historia judaica e de Portugal.
Lendo esse episodio e os relatos todo documentado me cai lagrimas nos olhos onde
fico imaginando os gritos de despero de cada pai e mãe judia agarrados com uns e dentes para salvar seus filhos , incrivel como existe varios relatos sobre esse diabolico episodio em nome da fé cristã e muito pouca coisa foi escrita até hoje. Entre muitos relatos está a do propio carrasco inquisitor Fernando Coutinho.
" Vi com meus propios olhos como muitos foram arrastados pelos cabelos a pia batismal e o clamor desses judeus que o todo poderoso fosse testemunha que jamais abandoram a fé mosaica e desejaram a morte do que a fé cristã . Outro episodio conta sobre um judeu de nome Isaac Ibn Zachin que matou seus filhos
e se suicidou. Á também relatos de mães que se suicidaram agarradas aos braços com seus filhos se atirando nos poços e rios.
Mas também não faltou bons cristãos que vendo toda essa barbaridade não refutaram em ajudar a esconder certas crianças e quando foram descobertas pagaram com suas vidas.
Sei que esse texto que escrevo não é facil de ler mais sinto na obrigação de restaurar esse episodio da vida judaica bastante esquecida na historia.
Que á chamaria de Massada em terras Portuguesas.

Exibições: 196

Responder esta

Respostas a este tópico

Excelente texto. Aqueles que não abandonaram à Deus, nunca foram esquecidos por Deus.

Olá Bom dia.

Este tema é muito importante e pouco explorado. Li o livro de Kayserling, traduzido para português do Brasil ( nunca foi traduzido em Portugal, vá-se lá saber porquê) e duas coisas me chamaram à atenção relacionados com a minha cidade - BARCELOS, terra do Galo, símbolo de Portugal - 

1 - Quando D. Manuel ordenou o  ROUBO das crianças Judias,  para as entregar aos Cristãos, a população de Barcelos Cristã, comovida com o desespero dos seus amigos e conterrâneos Judeus, recolheu as suas crianças, devolvendo-as, de imediato, aos seus legítimos pais, num ato que poderemos de justificar de verdadeiros justos com o Judaísmo. Este episódio, embora escrito, nunca foi devidamente explorado. AINDA ESTAMOS A TEMPO.

2 - Se verificar, no segundo prefácio do  Livro do dito autor,  a sua tradutora afirma que a Família Buarque da Holanda é descendente do Rabi de Barcelos. Para quando o aprofundamento deste estudo?

Um abraço Jayme.

Miguel Ângelo 

Responder à discussão

RSS

© 2019   Criado por Jayme Fucs Bar.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço