JUDAISMO HUMANISTA

O Judaismo Humanista é a pratica da liberdade e dignidade humana

RESUMO
Baseado em 57 Processos inéditos de marranos
(cristãos-novos, conversos) presos
em Minas Gerais no século XVIII, este artigo
procura mostrar seu papel na Idade
de Ouro do Brasil. 64% deles eram mercadores
e 23% eram mineiros. Pertenciam
à classe média e raros eram os magnatas.
Nenhum dele esteve envolvido no tráfico
negreiro. Acusados do crime de judaísmo
e de pertencerem a sociedades secretas, representaram
42% dos brasileiros condenados
à morte. Ser marrano entre os portugueses
no Brasil mais um sentimento e
uma visão de mundo do que uma prática
religiosa.
Palavras-chave: marranos; Inquisição; cripojudaísmo.

Veja anexo em PDF todo o artigo

Exibições: 415

Anexos

Respostas a este tópico

SER MARRANO EM MINAS OU EM QUALQUER OUTRO LUGAR FOI COMPLICADO E SOFRIDO. NOSSOS ANTEPASSADOS TIVERAM QUE MANIPULAR E INVENTAR VARIAS SITUAÇÕES NO SENTIDO DE SE PROTEGEREM. FIQUEM SABENDO ATRAVÉZ DE ENTES QUERIDOS QUE AS GAVETAS EXISTENTES NAS MESAS DE REFEIÇÕES ERAM PARA ESCONDER OS PRATOS CASO CHEGASE UMA VISITA INESPERADA. COLOCAVAM OS PRATOS DE COMIDAS TIPICAS JUDAICAS ESCONDIDOS NAS GAVETAS E TAMPAVAM COM UM TOALHA PARA NÃO SEREM DESCOBERTOS. FATO IMPORTANTE , INTERESSANTE E PRINCIPALMENTE DE VALOR HISTÓRICO.

MESMO QUE EXITAM RESISTENCIAS POR PARTE DOS ORTODOXOS , MESMO QUE NÃO CONSIGAMOS POLITICAMENTE E JURIDICAMENTE NOSSO RECONHECIMENTO COMO JUDEUS DE FATO, PENSO QUE EM  NOSSO SANGUE ESTA A MARCA REGISTRADA E ESTA NINGUEM PODE NOS TIRAR.  ANTES DE TUDO COMO  MARRANOS OU ANUSINS NÃO IMPORTA, SOMOS JUDEUS DE FATO E NOS ATOS. TEMOS UMA HERANÇA CULTURAL, INTELECTUAL E HISTÓRICA A QUAL PRESERVAMOS E TEMOS ORGULHO DE VIVE-LA TODOS OS DIAS DE NOSSAS VIDAS.

SHALOM

RSS

© 2020   Criado por Jayme Fucs Bar.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço