JUDAISMO HUMANISTA

O Judaismo Humanista é a pratica da liberdade e dignidade humana

Manifestação da "Yeadut Hofshi" ( Judaismo Livre)  contra a declaração do Rabino Chefe de Israel Ha Rav Hemar,que criticou a decisão do Estado ( Supremo Tribunal ) a reconhecer o direito legitimo dos rabinos não Ortodoxo em Israel. ( Nas Fotos os Rabinos de Tmura Harav Sivan Maas e Harav Efraim Zadoff.

Exibições: 306

Respostas a este tópico

Boa noite!

Criticar, todos tem o direito de criticar. O que é preciso saber é: quais as razões da crítica. Foi por razões pessoais? Foi por razões filosóficas? Foi por razões decididas por todo o rabinato? Se foi por razões unânimes de todo o rabinato, deveria ter uma nota com a assinatura de todos que sejam contrário a medida.

O Supremo Tribunal tomou essa decisão, não levado por uma crise de emoções, foi sem dúvida através de muitos estudos. Não foi uma decisão em primeira instância. Foi uma decisão do Tribunal Superior.

Israel, não está ainda, sobre a Egrégia Lei Haláchica. O país por ser democrático, tem as leis que regem o direito de todos.

A Corte Suprema do país  é portanto, legitimamente livre para decidir sobre quaisquer questões que dizem respeito a todos os atos praticados por seus cidadãos, quer sejam religiosos ou laicos. Até porque, sendo religiosos ou não, estão como cidadãos sujeitos a Lei Suprema vigente no páis.

É de bom alvitre que, num Estado Democrático de Direito, respeite-se  as decisões superiores.

Shalom.



BaruchShofar disse:

Boa noite!

Criticar, todos tem o direito de criticar. O que é preciso saber é: quais as razões da crítica. Foi por razões pessoais? Foi por razões filosóficas? Foi por razões decididas por todo o rabinato? Se foi por razões unânimes de todo o rabinato, deveria ter uma nota com a assinatura de todos que sejam contrário a medida.

O Supremo Tribunal tomou essa decisão, não levado por uma crise de emoções, foi sem dúvida através de muitos estudos. Não foi uma decisão em primeira instância. Foi uma decisão do Tribunal Superior.

Israel, não está ainda, sobre a Egrégia Lei Haláchica. O país por ser democrático, tem as leis que regem o direito de todos.

A Corte Suprema do país  é portanto, legitimamente livre para decidir sobre quaisquer questões que dizem respeito a todos os atos praticados por seus cidadãos, quer sejam religiosos ou laicos. Até porque, sendo religiosos ou não, estão como cidadãos sujeitos a Lei Suprema vigente no páis.

É de bom alvitre que, num Estado Democrático de Direito, respeite-se  as decisões superiores.

Shalom.

RSS

© 2019   Criado por Jayme Fucs Bar.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço