JUDAISMO HUMANISTA

O Judaismo Humanista é a pratica da liberdade e dignidade humana

Palpitar sobre o conflito no Oriente Médio é fácil, pois a realidade está longe de nós aqui no Brasil. O Conflito envolve muito mais do que opiniões, envolve famílias e amigos de jovens que pertencem a dois povos de pensamentos e culturas diferentes.

Quando eu converso com muitas pessoas sobre o Conflito árabe/israelense percebo que elas estão mais preocupadas em fazer do judeu e do árabe amigos do que fazer nascer o respeito entre eles. As pessoas possuem esse tipo de opinião porque não estão vivenciando o que os jovens desses dois lados estão passando. Precisamos lembrar que respeito é fundamental, porém a amizade é uma conseqüência.

Deve ser difícil para um jovem judeu israelense que viu a vida inteira mísseis caindo na sua terra ser amigo de outro jovem pertencente a um povo que possuí dois grandes grupos terroristas, responsáveis pela morte de seus amigos ou até de seus familiares.

Eu também acredito que seja difícil para um jovem palestino ser amigo de um jovem judeu, pois ele nunca entendeu muito bem o motivo pelo qual o exército israelense em várias ocasiões atacou sua terra.

Mas a questão é que as pessoas precisam perceber que deve existir respeito entre essas duas culturas, mas a amizade é algo que não pode ser imposta por opiniões.

Eu como judia acredito que nós judeus devemos respeitar os árabes  e os árabes também devem respeitar os judeus, mas ninguém deve forçar uma amizade, pois esta poderá ser construída com o tempo.

                                                                                       Marcela Barzilai

 

Exibições: 432

Respostas a este tópico

Oi Marcela

Me dá muita alegria ver um texto assim, de uma jovem de 14 anos.

Mas vou divergir, tá?

Dá pra ter amizade sim. E de fato há muitos que são amigos. Vamos juntos pesquisar sobre isso?

Vou dar um pontapé inicial: veja este vídeo, que usei num post que escrevi sobre o Oriente Médio.

Na verdade, o que acontece é que somos levados a acreditar em alguns mitos, por tudo que se diz à nossa volta. O grande desafio que temos no JH em relação a essa questão é mudar os modelos mentais.

Devemos levar no coração uma das frases mais conhecidas no sionismo: "Se quiserdes, não será uma lenda" (Im tirzú, ló ihiê hagadá, de Herzl). Valeu para a criação de Israel. Em 2011, deve valer para a sustentabilidade de Israel, que só é imaginável em paz com os seus vizinhos.

 

Um beijo

Caro Sérgio, obrigada pelo seu elogio. É claro q judeus e árabes podem ser amigos, inclusive meu pai tem mtos amigos árabes e eu tbm sou amiga deles e adoro trocar idéias com eles. Mas em nenhum momento eu escrevi no meu texto q ñ pode existir uma amizade, pelo contrário eu disse no final q esta poderá ser construída com o tempo. O q eu quis mostrar no texto é q deve ser mto dificil para judeus e árabes (q vivem no Oriente Médio) serem amigos, e tbm é mto fácil para nós aqui no Brasil falarmos sobre esse assunto, pois são eles q estão vivenciando o Conflito e ñ nós aqui. Eu quis mostrar no texto q o RESPEITO é mais importante do q amizade, pq ter respeito é a base para q uma amizade seja criada. Fico fico feliz q o texto gere polêmica, a idéia é essa, mas gostaria mto q outros jovens como eu entrassem no blog e participassem das discussões. Vi q vc está me ajudando nisso, obrigada!

Um grande abraço!

 

Marcela, você é um espírito muito evoluído.

 

Parabéns pelo jeito que você pensa e escreve.

Adorei também o jeito amoroso como você, seu pai e seu irmão se tratam. É um exemplo bem singelo de judaísmo humanista: ter amor no nosso círculo íntimo, e com isso ser capaz de semear amor para círculos mais amplos.

Vamos conversar muito.

E vou ajudar a trazer mais jovens pra cá, prometo.

 

Um beijo

Querida Marcela,

Emocionante ler  os seus pensamentos!

Estou completamente de acordo com voce que essa amizade podera ser construida com o tempo,pois se existe jovens como vc no Brasil,em Israel e no Mundo Arabe ainda temos esperancas!

Estive no mes passado numa reuniao de liderancas israelenses e Arabes palestinos  que atuam sobre o tema da paz , o que ficou fortemente marcado nesta reuniao foi os depoimentos das pessoas,Arabes e Judeus que apontam o  medo generalizado de cada grupo, sobre o outro como a causa principal do odio generalizado.

Ficou clara nesta reuniao que existe um sistema forte nos dois lados de criar e sustentar uma demonizacao coletiva sobre o outro,e o que ficou entendido neste encontro entre Arabes e Judeus, que nao podemos deixar que esse processo desumanizador continue entre nos, onde odiamos toda uma populacao de Arabes e Judeus sem  mesmo  conhecer ninquem!

Odiamos pelo simples fato de ser Arabe e ou Ser Judeu!

Essa logica que parece absurda ela eh Real aqui no oriente medio, Odiamos os  Arabes  ou Judeus Odiamos os nomes que simbolizam em nossas mentes um medo coletivo!

Dentro dessa trite tragedia humana ,acredito  que existe esperancas! ,e para "construir com o Tempo" devemos cada um de nos em Israel, no mundo Arabe e no Brasil , humanizar esse processo fazendo simples atos de encontrar com o outro o "Arabe" ou "o Judeu" , nao para discutir o conflito ou religiao, mais simplesmente falar, das coisas simples do dia a dia da vida, e ver que como seres humanos temos muito em comum ,devemos aprender a conhecer as culturas e os valores de cada um para saber respeitar o outro como Arabe , Judeu e sobretudo como ser humano.

Talvez manifestacoes como a sua , certeza  podera construir um ponte de encontro para os dois lados!

 

Chazak Veematz para Voce!

 

Jayme Fucs Bar

 

 

Valeu Jayme!!!

Obrigada por suas considerações!!! Fiquei mto feliz com a sua opinião!

A partir da sua iniciativa do blog estamos procurando nos organizar melhor para q possamos receber bem os q estão vindo. Toda e qualquer idéia será mto bem vinda!

Contamos com vc! Behatzlachá!

 

                                                                 

 

Jayme Fucs Bar disse:

Querida Marcela,

Emocionante ler  os seus pensamentos!

Estou completamente de acordo com voce que essa amizade podera ser construida com o tempo,pois se existe jovens como vc no Brasil,em Israel e no Mundo Arabe ainda temos esperancas!

Estive no mes passado numa reuniao de liderancas israelenses e Arabes palestinos  que atuam sobre o tema da paz , o que ficou fortemente marcado nesta reuniao foi os depoimentos das pessoas,Arabes e Judeus que apontam o  medo generalizado de cada grupo, sobre o outro como a causa principal do odio generalizado.

Ficou clara nesta reuniao que existe um sistema forte nos dois lados de criar e sustentar uma demonizacao coletiva sobre o outro,e o que ficou entendido neste encontro entre Arabes e Judeus, que nao podemos deixar que esse processo desumanizador continue entre nos, onde odiamos toda uma populacao de Arabes e Judeus sem  mesmo  conhecer ninquem!

Odiamos pelo simples fato de ser Arabe e ou Ser Judeu!

Essa logica que parece absurda ela eh Real aqui no oriente medio, Odiamos os  Arabes  ou Judeus Odiamos os nomes que simbolizam em nossas mentes um medo coletivo!

Dentro dessa trite tragedia humana ,acredito  que existe esperancas! ,e para "construir com o Tempo" devemos cada um de nos em Israel, no mundo Arabe e no Brasil , humanizar esse processo fazendo simples atos de encontrar com o outro o "Arabe" ou "o Judeu" , nao para discutir o conflito ou religiao, mais simplesmente falar, das coisas simples do dia a dia da vida, e ver que como seres humanos temos muito em comum ,devemos aprender a conhecer as culturas e os valores de cada um para saber respeitar o outro como Arabe , Judeu e sobretudo como ser humano.

Talvez manifestacoes como a sua , certeza  podera construir um ponte de encontro para os dois lados!

 

Chazak Veematz para Voce!

 

Jayme Fucs Bar

 

 

RSS

© 2021   Criado por Jayme Fucs Bar.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço