JUDAISMO HUMANISTA

O Judaismo Humanista é a pratica da liberdade e dignidade humana

Blog de Moshe Pitchon -- dezembro 2014 Arquivo (4)

Divina Providência?

O filho de José- seguinte o mais novo dos filhos de Jacó- foi maltratado por seus irmãos. Eles o jogaram em um poço e vendido como escravo. No entanto, ele passou a se tornar no segundo homem mais poderoso no Egito e em condições de salvar a vida de seus irmãos, que não tinham para comer.

 

Em um ato sem precedentes de perdão, o livro de Gênesis, capítulo 45 relata que José falou a seus irmãos assim:

 

"Agora, não vos entristeçais, nem vos…

Continuar

Adicionado por Moshe Pitchon em 26 dezembro 2014 às 12:39 — Sem comentários

Salvador ou Escravocrata?

Salvador ou Escravocrata?

 

Os capítulos 37, e 46-50 de Genesis fecha a história de Abraão, seu filho Isaac e seu neto Jacó, os patriarcas de Israel. É uma história magistral, incomparavelmente tecida pela delineação de caráter, manipulação psicológica e suspense dramático. Considerada uma das realizações superlativas da arte narrativa hebraica, essa história de "José e Seus Irmãos" foi chamada por Leo Tolstoy a maior narrativa no mundo, inigualável em seu poder dramático e…

Continuar

Adicionado por Moshe Pitchon em 18 dezembro 2014 às 17:47 — Sem comentários

Injustiça Social? Deixa as mulheres bíblicas corrigir-la

A história de José -a mais longa narrativa do livro de Gênesis é interrompida para contar um episódio na vida de um de seus irmãos. À primeira vista, é, nas palavras do advogado Alan Dershowitz: "uma novela estranha envolvendo sexo por dinheiro entre Judá, irmão de José, e sua disfarçada nora - Tamar." Mais sobriamente é uma história que tem toda a aparência de um caso de direito de família:

 

Judá tem três filhos. Ele encontra uma esposa…

Continuar

Adicionado por Moshe Pitchon em 11 dezembro 2014 às 2:04 — Sem comentários

A Identidade de Israel-Parasha Vayshlaj

No Tanakh, usando as palavras do falecido teólogo Gerhard Von Rad, um nome não foi apenas "barulho e fumaça" em vez disso, havia uma relação estreita e essencial entre ele e seu sujeito. Para Israel bíblica, os nomes não significava simplesmente colar uma etiqueta arbitrária. Significava conferir a alguém ou alguma coisa o seu sentido e significado, então Samuel 1 diz: "Tal como o seu nome assim ele é."

 

É dentro desse contexto que Gênesis capítulo 32 elabora uma…

Continuar

Adicionado por Moshe Pitchon em 5 dezembro 2014 às 22:30 — Sem comentários

© 2021   Criado por Jayme Fucs Bar.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço