JUDAISMO HUMANISTA

O Judaismo Humanista é a pratica da liberdade e dignidade humana

Como os seres humanos gerem as suas vidas e, portanto, a maneira como eles se comportam é ditada pela forma como eles compreendem as circunstâncias que os cercam e as coisas que lhes acontecem.

 

Judaísmo, como todas as culturas, religiões, filosofias, fornece os conceitos e ideias com as quais os seres humanos dão sentido ao mundo em que vivem.

 

O que caracteriza o judaísmo é que todos os seus conceitos e ideias são baseadas em entendimentos fundados nos 24 livros de sua literatura fundamental: o TaNaKh. Se um conceito não se baseia no TaNaKh então este não é um conceito judaico.

 

Aqui há muito margem de manobra. Diferentes interpretações geram diferentes tipos de judaísmo. Embora as diferenças, às vezes podem parecer grandes e dar a impressão de ser intransponíveles, o que elas têm em comum é mais significativo do aquilo que as separam.

 

Um exemplo disso é a evolução do versículo 32 no capítulo 22 do livro de Levítico:

 

Não profanareis o meu santo nome, mas serei santificado entre os filhos de Israel. Eu sou o Senhor que vos santifica,

 

Como pode um ser humano santificar Deus?

 

O profeta Isaías dá a resposta:

 

"Deus, o Santo, é santificado pela justiça."

 

Pode muito bem ter sido que em Levítico "santificação" pode ter significado: "profanar o nome de Deus fazendo sacrifício errado." Seja como for, Isaías transformou o que poderia, em algum momento ter sido um mandamento ritual em uno moral.

 

Posteriormente, a tradição rabínica, seguindo Isaías formulo um dos conceitos mais distintos do Judaísmo: Kidush Ha-Shem.

 

Tragicamente popularizado como o conceito que orientou a escolha da morte sobre a conversão forçada, particularmente durante as Cruzadas e a Inquisição espanhola o conceito de Kiddush Ha-Shem é comummente entendido como sinónimo de "martírio".

 

A intenção do conceito de Kiddush Ha-Shem, no entanto, não é uma ordem para os judeus para se tornar mártires. É mais precisamente um imperativo para os judeus a se comportar além de seus interesses individuais de modo que o comportamento individual se torne e um exemplo para todos os seres humanos.

 

Kiddush Ha-Shem é a implementação dos conceitos bíblicos muitas vezes incompreendido: "um reino de sacerdotes e uma nação santa", "povo escolhido" e "uma luz para as nações".

Exibições: 131

Comentar

Você precisa ser um membro de JUDAISMO HUMANISTA para adicionar comentários!

Entrar em JUDAISMO HUMANISTA

© 2021   Criado por Jayme Fucs Bar.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço