JUDAISMO HUMANISTA

O Judaismo Humanista é a pratica da liberdade e dignidade humana

ÉTICA, INFORMAÇÃO E ALTERIDADE

Detalhes do evento

ÉTICA, INFORMAÇÃO E ALTERIDADE

Horário: 21 junho 2013 de 4:30 a 19:00
Local: IBICT - Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia
Rua: Rua Xavier Sigaud, 150 (entre a Avenida Pasteur e a Rua Lauro Müller) - Edifício Ministro João Alberto Lins de Barros – 4o andar
Cidade: RIO DE JANEIRO
Tipo de evento: palestra
Organizado por: IBICT - Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia
Última atividade: 22 Jun, 2013

Exportar para Outlook ou iCal (.ics)

Descrição do evento

Palestrantes

 

Márcio Tavares D'Amaral (ECO/UFRJ)

 

Paulo Blank  (Psicanalista).

 

Debatedora

Leonora Corsini (LABTeC-UFRJ. Pós-doutoranda do PPGCI/Ibict-UFRJ)

 

Organização e mediação

Marco Schneider (PPGCI/IBICT-ECO-UFRJ; PPGMC-UFF e PACC/FCC/UFRJ).

 

 

Sexta-feira, 21/06/2013 das 16h30 às 19h

 

Local: IBICT - Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia

 Rua Xavier Sigaud, 150 (entre a Avenida Pasteur e a Rua Lauro Müller) - Edifício Ministro João Alberto Lins de Barros – 4o andar

(entrada pela portaria do CBPF)

 

 

 

Serão concedidos certificados digitais aos interessados.

 

Programação:

 

Uma ética da multiplicidade: Aristóteles, a Santíssima Trindade e o pensamento único.

Márcio Tavares D'Amaral

A cultura pós-moderna, o pensamento único num mundo globalizado pelo consumo. O princípio do Mal: o Outro pode perecer. A questão de unidade x multiplicidade como formulada na Lógica de Aristóteles, contraditada pelo cristianismo originário e tecnologicamente eliminada no pensamento pós-moderno. Uma resistência não ressentida, o amor.

Márcio Tavares D'Amaral é professor emérito da ECO-UFRJ e Coordenador do IDEA (Instituto de Estudos Avançados-ECO-UFRJ)

 

Uma ética da multiplicidade: a desleitura talmúdica da “Torre de Babel”

Paulo Blank

Enquanto no imaginário ocidental o mito de Babel representa a dispersão das línguas como castigo, a desleitura Talmúdica da Bíblia Judaica oferece a visão de um projeto originário, divino, em que a multiplicidade de línguas surge como garantia de resistência ao poder do discurso único.

Paulo Blank é psicanalista, Doutor em Comunicação e Cultura (ECO-UFRJ), pesquisador associado do IDEA e pesquisador do pensamento judaico.

 

Caixa de Recados

Comentar

RSVP para ÉTICA, INFORMAÇÃO E ALTERIDADE para adicionar comentários!

Entrar em JUDAISMO HUMANISTA

Comparecer (1)

© 2019   Criado por Jayme Fucs Bar.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço