JUDAISMO HUMANISTA

O Judaismo Humanista é a pratica da liberdade e dignidade humana

Vivendo o judaismo humanista,meus caros Elias e Jayme,poderia ser o nome deste filmeco que postei no blog. Que bom q vcs gostaram do que viram.

É tarde de chabat e acabei de comer uns Klops de frango e vou descansar um pouco e depois retornar aos estudos do meu mestre Emanuel Levinas q me leva para tantas dimensões, todas elas terrenas. Vcs falam do Shabat Bereshit e eu penso q são alguns os ensinamentos q temos q tirar destas vivências.Um deles é q os judeus Humanistas que se dedicam a defender o judáismo laico deveriam entender melhor o q é laico.Basta olhar o filme para perceber que Laico é celebrar com emoção um ritual q nos carrega pelas portas dos afetos através de milhares de esquinas por onde temos andado como judeus.

 

Laico é poder trazer pessoas de outras tradições a compartilhar esta emoção sem querer converte-los a uma verdade salvadora q nos garanta um lugar no mundo por vir. Laico é não pensar q esta celebração é oferenda a um Deus ou prática de uma religião salvadora q computa boas intenções. Laico é viver com toda a intensidade de nossos corpos a alma emotiva que nos alimenta a sede de viver com sede.

 

Laico,meus amigos meus irmãos,é aceitar que o judaismo não é só isto e,muito menos,se trata de conversão de fé. É abertura  da mente,mudança da ótica que cobra uma ética porque aposta num projeto humano que jamais chegará a ser realizado. Seria o fim da história.

 

Voar com as asas da imaginação sobre os nossos textos é fácil. Dificil é trilhar as entrelinhas destes escritos como um caminhante do tempo escavando mananciais com o esforço da dedicação ao estudo.  São estes os caminhos que nos levarão a confirmar aquilo q sempre soubemos..Que  aTorah não é monopólio de ninguém. Por isto foi dada na terra de ninguém,o deserto q se move.

 

Que imagem cheia de força é pensar q o deserto é tão móvel qto os textos. No entanto,da mesma forma q as entrelinhas são caminhos a serem trilhados para a descoberta do antigo na criação do novo,as linhas do texto são os limites, as laterais que nos dão seguraça para que,  ao vermos uma parede de mármore brilhante, a imaginação não nos confunda e digamos: água!água!

 

Este ensinameto de Rabi Akiva foi endereçado àqueles que queriam empreender a viagem mística dos Palácios Superiores e acabaram num show da Madona Berg. Ela continua válida para qualquer estudo e qualquer conversa que envolva a nossa longa caminhada da sapiência acumulada à sabedoria do dia a dia.

 

Da mesma maneira que não existe Shabat sem alegria não existe judaísmo sem estudo.

 

Qdo pudermos completar os nossos encontros festivos com o estudo do dia seguinte,então meus amigos meus irmãos,estaremos esperimentando um pedacinho de Olam ha Bá,o mundo que vem vindo se o trouxermos e não o mundo de depois da morte,este,sem dúvida,não diz respeito ao judaísmo. Idéia que ouvi na minha juventude de Ben Gurion um grande estudioso da Torah e homem nada temente a Deus.

 

Mas, pelo amor de deus,por q tanto temor ded deus? Ser Haredi cheio de Haradá, um temente cheio de temor,é não entender que judáismo nada tem a ver com medos infantis e infernos cheios de pecadores e esqueletos esperado a ressurreição para sairem andando.São cemitérios sem vítimas assassinadas em plena judentude que esperamos ainda encontrar em nossas vidas. Amén.

Amen se escreve igual OMAN,  אמן, o artífice,aqule que faz a obra de cada dia nascer de novo.

Grande bejo e Shabat Shalom ou Shavuá Tov( tudo depende da hora nos outros mundos)

Exibições: 96

Responder esta

Respostas a este tópico

Shabat shalom!!! Em tempo ainda...
Penso que entendi o que escreveu um pouquinho só...Entendi que a sabedoria espiritual verdadeira constroi pontes naturalmente com o outro e com o olam ha ba...Nào ha lugar para divisões, exclusões, intolerancias,e conflitos...
Ver voces unidos num so amor, amor por HaShem e por sua Torah, dançando, rindo...Pensei: É isto!!! A verdadeira sabedoria esta impregnada da LUZ, provoca harmonia entre as pessoas e nao divisão!!!
Penso que estou entendendo, ou pelo menos tendo um leve insight do significado da caixa preta...
Baruch HaShem!!!
Beijo Paulo...
Cara Angela, suspeito q vc sabe q a tua maneira de entender é bem diferente da minha de pensar.Mas não tem problema,o importante são as intençoes dos nossos gestos.Shavua Tov.PB

Responder à discussão

RSS

© 2019   Criado por Jayme Fucs Bar.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço