JUDAISMO HUMANISTA

O Judaismo Humanista é a pratica da liberdade e dignidade humana

via WUPJ – Europa, aventura, Companhia das Índias, invasão de piratas, fuga, Mauricio de Nassau, Pernambuco, América, Nova Amsterdam, Nova York. Esta soma de palavras-chave traz em si a saga dos judeus sefaraditas fugidos da inquisição da Península Ibérica. E em pensar que houve em Pernambuco de 1630 e 1644, no tempo do governo do conde Holandês Maurício de Nassau, uma inédita tolerância religiosa entre católicos, calvinistas e judeus. Recife era considerada a “Jerusalém colonial’ do mundo judaico da diáspora e uma espécie de caldeirão cultural. Mas de repente os eventos mudaram de direção. A vencedora Escola de Samba Portela Rio 2017 viu este cenário como o tema para o carnaval 2018.
O presidente Luis Carlos Magalhães comprou a ideia entusiasmante da artista carnavalesca Rosa Magalhães. “Achei muito oportuno o tema que colocará na avenida um capítulo da nossa história tão desconhecida por nós brasileiros”, justificou o presidente acrescentando também a urgência de assuntos como a xenofobia, a intolerância e o preconceito serem entoados no enredo “De Repente de Lá Pra Cá e Dirrepente de Cá Pra Lá…” e nas batidas da percussão com a participação de milhares de pés dançarinos e plateia na Marques de Sapucaí no Rio de Janeiro, Brasil acompanhados por milhões de expectadores do mundo.
Os 80 judeus selecionados pela Federação Israelita do Estado do Rio de Janeiro vão cantar e também contar a história do Valk, um dos 16 navios que partiu em desatino com destino a Amsterdam fugindo da inquisição e que no meio do caminho sofreu um naufrágio e foi saqueado por piratas no Caribe. Nova Amsterdam foi o porto que os acolheu e os judeus sobreviventes ajudaram a criar a cidade de Nova York, nos Estados Unidos. “Uma aventura misturada com suor, lágrimas e vitória e presente na Estátua da Liberdade”, reforça Luiz Carlos Magalhães.
Na base do monumento, o trecho do soneto “Novo Colosso” da judia sefaradita Ema Lazarus escrito em 1883 “Dai-me os seus fatigados, os seus pobres, as suas massas encurraladas ansiosas por respirar liberdade. O miserável refugo das suas costas apinhadas. Mandai-me os sem abrigo, os arremessados pelas tempestades, pois eu ergo o meu farol junto ao portal dourado”. Tão antigo e atual como o contraditório mundo! E o presidente da Portela convida a comunidade judaica para desfilar na Sapucaí e ecoar em uma só voz o canto da diversidade humana que somos nós.
Nota Importante: dias 2 a 4 de agosto de 2018, Recife será a capital do 6º Encontro Regional da WUPJ América Latina e o lugar onde os judeus são mais que bem-vindos.

Also published on Medium.

Exibições: 135

Respostas a este tópico

"O escritor Paulo Carneiro vai estar na quadra (15.07.2017) para autografar o livro Caminhos Cruzados, que inspirou o enredo da escola para o Carnaval 2018, De Repente de Lá pra Cá e Dirrepente de cá pra lá. Ele vai fazer a aula-degustação da tarde, contando mais sobre a história dos judeus que saíram do Recife logo depois da expulsão dos holandeses no século 17 e tiveram participação na fundação da Nova York, nos EUA"

Em

http://www.gresportela.org.br/Noticias/Detalhes/portela-de-asas-abe...

Veja também: https://jornalggn.com.br/noticia/portela-resgata-o-recife-que-fundo... 

RSS

© 2019   Criado por Jayme Fucs Bar.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço