JUDAISMO HUMANISTA

O Judaismo Humanista é a pratica da liberdade e dignidade humana

LAG B´OMER — O que Lembrar?
Jayme Fucs Bar
Lag B'Omer cai no dia 18 de Iyar. Quando o Templo existia, essa data era um guia agrícola e a primeira colheita do grão era levada ao Templo em Jerusalém.
A curiosidade é que esse festejo não é mencionado na Torá nem na Mishná, na Gemara e ou na literatura dos sábios (Hachamim). A data foi descrita muito tempo depois na literatura haláchica no século XIII, principalmente para marcar uma transição de um período para outro e certos acontecimentos na vida judaica que os sábios acreditavam que não deveriam passar em branco.
Então o que temos para nos lembrar em Lag B´Omer?
Foi nesse dia que faleceu Shimon Bar Yochai. De acordo com o Livro do Zohar, Rabi Shimon Bar Yochai pediu a seus alunos que revelassem os segredos do Livro do Zohar e que acendessem fogueiras no dia de sua morte para expressar o significado da luz da Cabala para a humanidade.
Também foi em Lag B´Omer que teve início a revolta de Bar Kochba contra os romanos. Os guerreiros acenderam fogueiras no alto dos montes para anunciar o início da revolta e a libertação da Judeia do domínio de Roma.
Em Lag B´Omer, os agricultores em Israel ofereciam uma porcentagem de sua produção ao Templo e, a partir daí, eles contavam 49 dias até Shavuot, quando novamente seguiam em peregrinação rumo a Jerusalém.
E tem mais. Lag B´Omer lembra uma grande tragédia que ocorreu em toda a Judeia quando uma praga matou por volta de 24.000 alunos de Rabi Akiva.
Em Israel, tem-se o costume de acender fogueira e brincar de arco e flecha. Lag B´Omer também é um dia perfeito para se fazer uma reflexão individual ou em pequenos grupos, em casa ou num bosque, e pensar como podemos contribuir para trazer uma pequena luz para a humanidade.

Exibições: 38

© 2022   Criado por Jayme Fucs Bar.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço