JUDAISMO HUMANISTA

O Judaismo Humanista é a pratica da liberdade e dignidade humana

CHAG SUCOT SAMEACH PARA TODOS!!! COM VOTOS DE EMUNA SHELEMA, TESHUVA SHELEMA, GUEULA SHELEMA E REFUA SHELEMA!!!



Uma das quatro espécies que compõe os arbaat haminim é o etrog – um tipo de cidra. Quando a Torá se refere ao etrog (Vayicrá 23:40), não cita explicitamente o nome da fruta. Menciona, como referência, somente as palavras "peri ets hadar". A palavra "hadar" significa "o que mora". Conforme nos ensinam nossos sábios, a fruta mencionada na Torá é o etrog, pois ele "mora" na árvore durante todo o ano. Sabemos, portanto, qual é a fruta com a qual devemos cumprir a mitsvá de arbaat haminim.

No entanto, de onde surgiu o seu nome – a palavra "etrog"? Por que este é o nome da fruta? Para respondermos a esta pergunta, analisemos uma das leis relacionadas com esta espécie e também as letras que compõem a palavra etrog. Uma das leis relativas ao etrog é que ele deve ser completo, "shalem" em hebraico. Dos arbaat haminim, esta é a espécie com a qual mais nos preocupamos verificando cada detalhe para que seja apta para a mitsvá. Quando compramos um etrog, despendemos muito tempo escolhendo aquele que seja o mais bonito e completo. O etrog é, portanto, o símbolo da shelemut – da completitude. As letras hebraicas que compõem a raiz da palavra etrog (אתרג) são: álef (א), tav (ת), resh (ר) e guímel (ג). Estas letras indicam as quatro particularidades que pedimos de forma completa, utilizando a palavra "shelemá": emuná (fé), teshuvá (arrependimento, retorno ao caminho correto), refuá (saúde, cura) e gueulá (salvação, redenção). Sempre que mencionamos estas palavras, seja em preces ou em votos para nossos companheiros, elas estão acompanhadas da palavra "shelemá". Assim, almejamos emuná shelemá (fé completa), teshuvá shelemá, desejamos e pedimos sempre em nossas orações refuá shelemá e rogamos a D'us a gueulá shelemá, que acontecerá com a vinda do Mashiach, em breve se D'us quiser.
Rabino Jacob Garzon
Fonte: revistanascente.com.br

Exibições: 283

Comentar

Você precisa ser um membro de JUDAISMO HUMANISTA para adicionar comentários!

Entrar em JUDAISMO HUMANISTA

© 2019   Criado por Jayme Fucs Bar.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço