JUDAISMO HUMANISTA

O Judaismo Humanista é a pratica da liberdade e dignidade humana

Reflexão de Iom Haatzmaut para Movimentos Sionistas do Rio de Janeiro

Com tantas datas comemorativas dentro da tradiçao judaica, é muito interessante reunir os representantes do ativismo juvenil dentro da comunidade na data de hoje. Iom haatzamut é de fato, fruto do
ativismo de pessoas como nós, jovens que durante toda a historia do povo judeu
lutaram para que o aconteceu há 62 anos(no dia 5 de iar de 1948) se tornasse
realidade.


É possível afirmar que o mundo legitimou a palestina como território judaico devido a história do povo judeu naquele local, e pelo número de judeus que já habitavam a palestina depois da
segunda guerra mundial. Esse contingente judaico se formou basicamente pela
força dos movimentos juvenis sionistas. E após essa legitimação, foram os
jovens que engrossaram a frente de batalha “neo-israelense” para defender-nos
daqueles que foram contrários a nossa independência.


A alegria de ter um estado nacional é para nós uma das maiores alegrias que podemos ter. Pois nosso povo conta com mais de cinco mil anos de existência, porém podemos contar na casa das centenas
os anos que tivemos um território próprio. E essas centenas foram muito
especiais, ainda mais esses 62 que se passaram, tudo o que desenvolvemos em
Israel para o povo judeu e para a humanidade.


Hoje em dia é certo afirmar que nosso trabalho na diáspora é muito importante para Israel. É importante ter centros formadores de opinião, que educam crianças, capacitam crianças e transformam a vida dessas
crianças numa experiência única, pois são elas que logo após essa formação
exercerão a nossa função e que mais tarde serão a liderança da comunidade e que
também irão para Israel se juntar à sociedade israelense.


O tema da celebração da independência hoje em Israel é o lema de Herzl – Se quiseres não será um sonho . Como jovens críticos, é necessário trazermos essa frase para nossa atualidade e refletirmos como
podemos fazer com que o sonho sionista de um país criado para um povo oprimido
durante varias gerações não oprima ninguém, nenhum ser humano, seja ele
palestino ou judeu.


Por fim, gostaria de mandar um Chazak Ve’ematz para todos nós, que tenhamos força e coragem para continuar nossa busca por uma comunidade mais unida e que consigamos fortalecer o sionismo e até Israel.

Exibições: 61

Comentar

Você precisa ser um membro de JUDAISMO HUMANISTA para adicionar comentários!

Entrar em JUDAISMO HUMANISTA

Comentário de Jayme Fucs Bar em 25 abril 2010 às 13:16
Querido Rodrigo,
Sempre eh bastante gratificante saber que existe as vozes de jovens como voce dos movimentos juvenis , que de um lado mantem esse importante apoio incondicional pela existencia de um estado judeu e do outra essa visao critica e humana da necessidade de compreender, que para garantir a continuidade desse nosso sonho, devemos lutar para que esses 2 povos judeus e palestinos possam viver com dignidade e tolerancia um ao lado do outro "dois povos dois paises" . Esse passo eh no momento crucial para acomplementar o sonho do estado judeu ainda inacabado , que somente esse sonho sera completo se soubermos compreender o direito do outro a sonhar e saber dividir em 2 partes esse sonho, sonhado por dois num mesmo cenario. Acredito que um dia desse haja paz, entre esses 2 povos sofridos e que possa cada um reconhecer e respeitar o sonho do outro.
Desejo que ainda em vida posso ver realizar o complementar desse sonho e se nao pelo menos para o seus filhos os meus netos.

um grande abraco
Chazak Veematz
Jayme .

© 2019   Criado por Jayme Fucs Bar.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço