JUDAISMO HUMANISTA

O Judaismo Humanista é a pratica da liberdade e dignidade humana

Entre muitos lugares exóticos de Tzfat temos a Tumba de Shimon Bar Yochai aquele que dentro da crença popular se acredita que escreveu o livro da Cabala o Zohar.

Esse Mistico Lugar é frenquentado diariamente por centenas e as vezes milhares de pessoas que vão até a Tumba para fazer um pedido de cura, saúde, prosperidade, casamento etc... Nesse mágico lugar conheci o Ygal uma figura realmente de outro mundo, com sua barba mal feita seus cabelos grandes e despentiados, usa uma calça Jeans e blusas bem velha com um pequeno kipa na cabeça, ele diz que tem hoje uma unica função na vida que é de dar Bênçãos a todos que necessitam.

Achar o Ygal na Tumba de Shimon Bar Yochai é somente por sorte , pois ele não usa celular, e nenhum meio de comunicação, para Ygal não interessa nada sobre o mundo que vivemos, para entender isso , Ygal tem uma História muito especial, ele era Kibutznik no passado, sua vida mudou totalmente na guerra do Yom Kipur em 1973 , ele era tanquista nas colinas do Golan e um morteiro Sírio atingiu direto seu tanque todos morreram e somente ele sobreviveu ,ficou 2 meses em coma com ferimentos gravíssimo, quando acordou me disse que se lembra claramente que esteve em "outro mundo" e foi mandado de volta para fazer uma única coisa abençoar as pessoas que necessitam de ajuda e isso que Ygal faz a anos nesse lugar.

Vou contar somente um episódio dos mais comoventes que vivenciei com Ygal, foi à muitos anos atras quando estava passeando com um casal e seu filho um rapaz adolecente , onde a esposa em toda a viagem era muito dura, descreste de tudo, muito rígida , chegamos na Tumba de Shimon Bar Yochai e por acaso encontrei o Ygal logo na entrada, nos abraçamos e ele comprimentou a família e logo seu olhar ficou fixado na mulher e de imediato me disse " Tem gente precisando de uma Bracha urgente nessa familia"
Para não perder a oportunidade perguntei se eles queriam receber uma bracha do Ygal, o Pai e o filho logo se prontificou mais a mulher disse que não , fomos para um lugar mais tranquilo frente ao bosque , Yagal recitou uma Bracha para o Pai e logo depois para o filho, a mulher meio desconfiada ficou de lado achando tudo aquilo ridículo! Ygal chegou para mim e disse"Diz para ela que eu quero muito oferecer -la uma Bracha!"
Falei para a mulher o desejo do Ygal ,mais ela fez corpo duro, mais eu insiste e a disse" Não vai te custar nada e nem vai doer deixa ele fazer uma bracha para você !" Talvez devido que o pedido veio de mim ela ficou sem jeito e me disse " Tá bom que faça logo". Olhei para o Ygal e com sorriso ele entendeu que foi aprovado.

Ygal colocou a mão sob a cabeça da mulher e fechou os olhos e começou a fazer sua bracha, cada bracha de Ygal é completamente diferente uma da outra o significado das palavras não tem nenhuma importançia o mais importante é a forma que ele faz, é algo que vem de seu interior uma energia inexplicável, a bracha de Ygal pouco a pouco penetrava no coração da mulher e de repente ela começa a soluçar e veio de seu interior um berro, um grito que saiu com uma explosão! Como se as dores as agonias e os sofrimentos ia saindo para fora e de imediato chegou um choro forte, profundo e incontrolável.

Ygal termina a Bracha , Agora o marido e o filho e a mulher todos se abraçam e choram , eu de lado fico de boca aberta no que estou presenciando, Ygal me dá um sorriso e me diz baixinho " Agora ela está curada tirei a tampa da panela de pressão" e sem perceber ele saiu de mansinho e sumiu entre a multidão.

Exibições: 34

Comentar

Você precisa ser um membro de JUDAISMO HUMANISTA para adicionar comentários!

Entrar em JUDAISMO HUMANISTA

© 2017   Criado por Jayme Fucs Bar.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço