JUDAISMO HUMANISTA

O Judaismo Humanista é a pratica da liberdade e dignidade humana

 Cooperativismo é um movimento econômico e social, entre pessoas, em que a cooperação baseia-se na participação dos associados, nas atividades econômicas (agropecuárias, industriais, comerciais, religiosa ou prestação de serviços) com vistas a atingir o bem comum e promover uma reforma social dentro do capitalismo. Os princípios cooperativos são à base do cooperativismo. Todas as cooperativas tomam estes princípios como base para o seu funcionamento.Cooperativa é uma associação autônoma de pessoas que se unem, voluntariamente, para satisfazer aspirações e necessidades econômicas, sociais e culturais comuns, por meio de uma empresa de propriedade coletiva e democraticamente gerida. Cooperativismo é um movimento econômico e social, entre pessoas, em que a cooperação baseia-se na participação dos associados, nas atividades econômicas (agropecuárias, industriais, comerciais, religiosa ou prestação de serviços) com vistas a atingir o bem comum e promover uma reforma social dentro do capitalismo.

Cooperativismo religioso funciona da mesma forma, através de um indivíduo ou comunidade que estejam unidos pelo mesmo propósito, no caso da fisba o retorno e reconstrução da comunidade sefaradita, B,nei Anusim,seria hipocrisia de nossa parte dizer que não precisamos de dinheiro para realizar estes projetos. Pois comida kasher e cara, livros e estudos com professores competentes, tempo para estudar se necessitamos de lutar dia a dia por nossa sobrevivência,muitos são pais de família com filhos pequenos,que necessitam de educação adequada.

Como ajudaríamos as pessoas sinceras que querem voltar aos caminhos de seus antepassados?

 E necessário reconhecermos nossas fraquezas em areia estão elas?

  Na cultura, nível social, religioso, econômico, certo? Basta um objeto e a longo e meio prazo conseguiremos sanar estas limitações e importante dizer sem medo cem mascara “DINHEIRO”.

 QUAL O PAI DE FAMILIA QUE GANHANDO 600.00 REAIS POR MÊS TEM CONDIÇOES DE PAGAR UMA FACULDADE PARA TRES FILHOS?

Será que o benei anussim da Bahia do certão do Pernambuco, do amazonas, ou do interior de são Paulo teria condições de ir a Israel, fazer seu retorno ou aos Estados Unidos?

Pensando nisto, e que criei este sistema de cooperativismo baseado nos  nossos relacionamentos possuais,ou seja cada um sabe da necessidade do seu amigo Anussim, o seu desejo de voltar as suas raízes,e ser judeu conforme a Halachá (lei judaica) coloquei em minha mente que a união faz a força,juntos seremos respeitados,como judeus plenos,sem necessitar  de nem um beneficio dado por outra instituição cujo os lideres não passaram nem conhecem esta situação vivida pelos b,Nei anussim do Brasil e das Américas ,lugares onde a porta do retorno ou conversão estão fechadas.
 um dia a noite eu pensei em um sistema de cooperativismo e procurei especialistas para levar minha idéia.

Esbarrei em alguns problemas como financiamento, nem um banco quem dar nada sem garantias de lucro, e pagamento pelo empréstimo certo?

Outro problema como garantir que pessoas mal intencionadas não entrassem em nosso convívio? Qual será a solução, fui para lei judaica que diz que todos são testemunhas uns dos outros. Era a resposta que eu precisava se um indica se o outro para fazer parte do projeto então teríamos a responsabilidade de nos assegurar  das intenções  dos que seriam convidados para participar da cooperativa. Sendo mais indicada pessoas no nosso grupo ou sinagoga ou pessoas que conhecemos e tem o mesmo desejo de ver erguida a comunidade judaica de origem ibérica do Brasil.

Custos de conversão no Brasil judaísmo liberal e de 4.000. Reais por pessoa e os grupos que fazem conversão como chabad e outros dizem não cobram nada só os documentos, estes documentos tem o custo final de 10 mil reais em media.

Ter nossos próprios rabinos formado em Israel, nossas Yeshivots, escolas judaicas sefaraditas, nossos costumes e tradições mantidas por nossos mesmos em nossa responsabilidade com o futuro de nossos ascendentes.

 Uma pessoa me perguntou e pirâmide? Não e cooperativismo todos trabalhando para o bem comum da comunidade como um todo.

Porque 12 indicações? Por gentileza a confira meu raciocínio, no primeiro nível e a pessoa sozinha com 100. Reais, no segundo nível são 13 pessoas ex (você), mas seus indicados, pessoas que você conhece seu objetivo religioso.

Se você indica pessoas de seu grupo ou sinagoga automaticamente seu grupo cresce sem proselitismo já que todos têm a mesma fé. Já que o projeto exige que todos estudem em grupo e individualmente.

Segundo nível terá 13 pessoas, e, mas que exigido para um minian (grupo composto de dez homens) para toda cerimônia em uma sinagoga.

Terceiros níveis terão 144 pessoas, participantes com a mesma fé

No quarto nível teremos 1.728 pessoas, com a mesma fé, isso senhores não e proselitismo isso e ajuntamento dos descendentes de judeus sefaraditas em prol de sua causa a reestruturação da comunidade de origem ibérica do Brasil.

Nosso projeto é pratica de guemilut chassadim

Os judeus são conhecidos como os mais caridosos de todos os povos. Muitas são as renomadas instituições de caridade do mundo que tem suas raízes nos esforços dos judeus de coração caridoso.
A tradição da caridade judaica data das mais remotas origens, desde Avraham, o primeiro judeu: " Pois Eu o Amo ( Avraham ) porque ele ordena a seus filhos e sua casa depois dele que guardem o caminho de D-us para a caridade e a justiça..."( Bereshit XVIII: 19 ).

Lei judaica
Alem dos muitos mandamentos da Tora instruindo-nos a amar o nosso semelhante e sermos complacentes para com os pobres em condições especificas, ha também um mandamento explicito “para os pobres, para dar ou emprestar a eles tudo o que for preciso a fim de resguardá-los da pobreza (Devarim XIV: 7-11 ). A lei judaica exige que cada judeu de pelo menos um décimo dos seus lucros para a caridade, e recomenda a doação de um quinto como o mais louvável. 

 

A palavra hebraica Tzedaka significa muito mais do que apenas caridade. A caridade pressupõe benevolência do nosso coração, mas não e de modo algum obrigatória. Tzedaka, por outro lado, significa fazer o certo, implicando numa obrigação de ajuda ao próximo - financeira material e espiritualmente, de qualquer forma possível.

O projeto em termos financeiro

Uma pessoa +100.00 reais

Segundo nível 1.200 reais

Terceiro nível 14.400 reais (devolveremos 4% ao associado: que indicou seus 12 a quantia de 576 reais) como uma aposentadoria, ou titulo de capitalização, em quanto for sócio do projeto. Para manutenção de estudo ajuda familiar estamos em busca da dignidade perdida. 

Quarto e último nível 1728 pessoas (devolveremos 4% ao associado: 6.912)

Renda anual associado quarto nível: 83 mil reais  aproximadamente Renda Anual da Federação: 2 milhões e 73 mil reais.

A analise em questão e de uma rede os números em pessoas ou financeiros podem extrapolar este gráfico.

Declara o Midrash : "Poderíeis pensar que quem deu uma peruta" (pequena moeda) a um pobre, D'us lhe devolve apenas a peruta, mas não e assim.
O Onipotente lhe diz : O pobre estava a ponto de morrer de fome e tu lhe deste o seu sustento e o salvaste..... Eu te pagarei alma por alma. Se amanha o teu filho ou a tua filha adoecer, Eu me recordarei, em relação a eles, da Mitzva que fizeste com o pobre e os salvarei da morte.

Caridade Divina
Um cofrinho de caridade deve estar presente em cada lar, para advertir cada um de nos sobre a Mitzva da Tzedaka e também para nos lembrar que o Onipotente, quando nos da filhos, saúde e sustento e todas as nossas outras necessidades, Ele o faz como uma forma de caridade. D'us não nos deve nada; no entanto, Ele da com Sua mão plena, aberta, santa e ampla. Entre as coisas que devemos fazer a fim de merecer essas bênçãos e cuidar para que a nossa casa tenha uma caixinha de Tzedaka, que e um dos sinais que “EU colocarei a Minha Presença entre vos...." - que o Onipotente, o judaísmo e a piedade podem todas ser encontrados neste lar.

 Os que não pedem pagar, a comunidade pode ajudá-los a pagar ? Como podemos ajudar através das doações e dos matérias que podem ser vendido pelo associado dando a ele oportunidade de forma digna de custear e ajudar os demais no retorno e conversão.

 “nosso sonho e uma comunidade sem pré conceitos” muitos querem glamour  não e hora de glamour e ora de retornar com dignidade com os próprios pés.

Com estes recursos, anual da Federação: 2 milhões e 73 mil reais, podemos ter material religioso, sinagogas podem ser ajudadas, escolas etc...

 

 O tel:(021) 3708-4824 .  contato das pessoas  do Rio de Janeiro.

 

 

Exibições: 512

Comentar

Você precisa ser um membro de JUDAISMO HUMANISTA para adicionar comentários!

Entrar em JUDAISMO HUMANISTA

Comentário de Marcos Moreira da silva em 29 março 2012 às 20:24

O Talmud ensina que hasadim Gemilut é mais importante do que tsedacá (caridade) por três razões distintas: a caridade pode ser fornecida apenas para os pobres, enquanto Gemilut hasadim pode ser dado para os ricos e pobres, a caridade só pode ser dada para a vida, enquanto Gemilut hasadim pode ser concedido ao vivo ou morto (por participar de um funeral), e, a caridade só pode ser oferecido com dinheiro, enquanto Gemilut hasadim pode ser dada através de dinheiro ou de assistência.

© 2019   Criado por Jayme Fucs Bar.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço