JUDAISMO HUMANISTA

O Judaismo Humanista é a pratica da liberdade e dignidade humana

Costumes de Shavuot


Tikun Laila Shavuot - Noite de vigília e reflexão - onde é costume se realizar uma vigília dedicada ao estudo da Torá, durante toda a noite. A Cabalá enfatiza a importância desse ritual, conhecido como Tikun Leil Shavuot. Uma explicação para a tradição é que o povo judeu não acordou cedo no dia em que D'us lhes outorgaria a Torá, tendo sido necessário que Ele Mesmo os despertasse. Como uma espécie de contrapartida ao fato, foi instituído o costume de se permanecer acordado desde a véspera, estudando a Torá.


Leitura dos Dez Mandamentos - Na manhã seguinte, primeiro dia de Shavuot, se faz a leitura dos Dez Mandamentos.

O outro costume se lê- o Livro de Ruth. Os sábios consideravam a história de Ruth - uma moabita que abraçou o judaísmo , apropriada para a data, não apenas por se passar durante a colheita, mas especialmente em razão de seus ensinamentos. Na célebre passagem bíblica, que se tornou símbolo de profunda devoção e fé, Ruth, após a morte do marido judeu, declara à sogra: "Teu povo será meu povo e teu D'us será meu D'us". Ruth voltou a se casar e seu bisneto foi o rei David, que nasceu e faleceu durante Shavuot.

Folhagens verdes - Costuma-se enfeitar casas , nesta festa, com flores e folhagens. O Midrash ensina que quando a Torá foi entregue ao povo judeu, o Monte Sinai - uma montanha deserta e árida - viu-se subitamente coberto de flores, árvores e grama. As folhagens simbolizam, principalmente, o costume vigente na época do Templo Sagrado de se levar a Jerusalém as primícias, ou seja, os primeiros frutos colhidos dentre as sete espécies que caracterizam a Terra de Israel.

Alimentos à base de leite - Outro costume é consumir, durante os dois dias, laticínios, já que a Torá é comparada ao leite. A palavra hebraica para leite é chalav. Quando se soma o valor numérico de cada uma das letras desta palavra chega-se ao total de quarenta. Quarenta é o número de dias que Moisés passou no Monte Sinai. Explica-se, também, que a Torá, fonte de vida para tudo, pode ser comparada ao leite que é sustento para o recém-nascido.

Exibições: 588

Comentar

Você precisa ser um membro de JUDAISMO HUMANISTA para adicionar comentários!

Entrar em JUDAISMO HUMANISTA

Comentário de Jayme Fucs Bar em 18 maio 2018 às 19:14

COSTUMES DE SHAVUOT

Comentário de Jayme Fucs Bar em 11 junho 2016 às 7:34

Costumes de Shavuot

Comentário de Jayme Fucs Bar em 23 maio 2015 às 9:59

COSTUMES DE SHAVUOT

Comentário de Wallace Gonçalves de Souza em 3 junho 2014 às 10:31

Bom dia a todos, tudo muito bom!

Gostaria de acrescentar que todos nós devemos muito ao "Povo do Livro" - o Povo Judeu, por hoje podermos ler e/ou estudar os livros de Moisés.

Também entendemos que quando se refere ao leite pode ser leite de soja que não faz mal algum a quem tem intolerância.

É difícil compreender certos ensinamentos quando estão arraigados aos costumes do passado, outra coisa é que é apenas mais um "costume" a ingestão do leite e/ou de seus derivados, como sugere e não uma "obrigatoriedade": "Alimentos à base de leite - Outro costume é consumir, durante os dois dias, laticínios, já que a Torá é comparada ao leite" e, ao meu entender, faz uso quem quiser e/ou puder.

Att.:

Wallace S.

Comentário de Konrad Yona Riggenmann em 2 junho 2014 às 23:39

O Livro de Ruth: muito bom!

Folhagens verdes: muito bom!

Mas não vou consumir laticíni(c)os nem na festa de Shavuot nem nos outros 363 dias do ano. Não tolero! Porque?

Índice de intolerância à lactose:

Indios: 80-100 %

Africanos sob Saára: 70-90 %

Japoneses: 85 %

Árabes: 78 %

Judeus: 78 %

Latinos nos EU: 51 %

Italianos: 50 %

Austríacos e Alemãos: 15 %

Suíços: 8 %

Dinamarquêses, Suecos, Noruegêses: 3 %

Fonte: Sônia Felipe: Galactolatria. São Jose (SC), 2012, p.160. 

Doutora Sônia Felipe assume que no Brazil, devido á genética miscigenada, existe muita "intolerância oculta" de lactose. 

Meu avô paterno, agricultor alemão e descendente de judeus sefaraditas, sofreu de ulcera de estômago que o medico dele tentou tratar conforme o ditado francês "lait et lít" (leite e cama). O meu avô morreu na cama, de 53 anos, deixando minha avó com nove hectares, sete filhos, e sete vacas no estabulo.

Aliás: Para poder tirar o leite da vaca, é preciso tirar (sequestrar, matar) o bezerro dela ...  

Que coisa louca, que a terra de leite e mel foi prometida justamente a um povo com ìndices tão altos de diabete (cuidado com doces!) e intolerância de leite?

Chag sameach,

Konrad Yona

Comentário de Jayme Fucs Bar em 1 junho 2014 às 2:50

COSTUMES DE SHAVUOT

Comentário de Jayme Fucs Bar em 18 maio 2010 às 7:46
CHAG SAMEACH!
Comentário de Jayme Fucs Bar em 6 maio 2010 às 12:32
Tikun Laila Shavuot - Noite de vigília e reflexão - onde é costume se realizar uma vigília dedicada ao estudo da Torá, durante toda a noite. A Cabalá enfatiza a importância desse ritual, conhecido como Tikun Leil Shavuot. Uma explicação para a tradição é que o povo judeu não acordou cedo no dia em que D'us lhes outorgaria a Torá, tendo sido necessário que Ele Mesmo os despertasse. Como uma espécie de contrapartida ao fato, foi instituído o costume de se permanecer acordado desde a véspera, estudando a Torá.


Leitura dos Dez Mandamentos - Na manhã seguinte, primeiro dia de Shavuot, se faz a leitura dos Dez Mandamentos.

O outro costume se lê- o Livro de Ruth. Os sábios consideravam a história de Ruth - uma moabita que abraçou o judaísmo , apropriada para a data, não apenas por se passar durante a colheita, mas especialmente em razão de seus ensinamentos. Na célebre passagem bíblica, que se tornou símbolo de profunda devoção e fé, Ruth, após a morte do marido judeu, declara à sogra: "Teu povo será meu povo e teu D'us será meu D'us". Ruth voltou a se casar e seu bisneto foi o rei David, que nasceu e faleceu durante Shavuot.

Folhagens verdes - Costuma-se enfeitar casas , nesta festa, com flores e folhagens. O Midrash ensina que quando a Torá foi entregue ao povo judeu, o Monte Sinai - uma montanha deserta e árida - viu-se subitamente coberto de flores, árvores e grama. As folhagens simbolizam, principalmente, o costume vigente na época do Templo Sagrado de se levar a Jerusalém as primícias, ou seja, os primeiros frutos colhidos dentre as sete espécies que caracterizam a Terra de Israel.

Alimentos à base de leite - Outro costume é consumir, durante os dois dias, laticínios, já que a Torá é comparada ao leite. A palavra hebraica para leite é chalav. Quando se soma o valor numérico de cada uma das letras desta palavra chega-se ao total de quarenta. Quarenta é o número de dias que Moisés passou no Monte Sinai. Explica-se, também, que a Torá, fonte de vida para tudo, pode ser comparada ao leite que é sustento para o recém-nascido.

© 2019   Criado por Jayme Fucs Bar.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço