JUDAISMO HUMANISTA

O Judaismo Humanista é a pratica da liberdade e dignidade humana

Yom Hashoa nas ruas de Israel - Jayme Fucs Bar

São 8:45 da manha quinta feira  do dia 19 de abril de 2012, Yom Hashoa , Um dia de sol super agradável , apois um dia anterior de (Hamasim) os ventos quentes que chegam do deserto sempre anunciando em Israel ,que um dia depois algo vai  acontecer .

Saio para mais um dia de trabalho , uma reunião numa casa de café na cidade de Rechovot!  No Rádio se ouve os depoimentos e as reportagens de sobreviventes, cartas traduzidas jamais lidas em publico, visita de filhos de sobreviventes nos campos de extermínios que  buscam entender o  impossível de se compreender, em cada depoimento vem sempre  a lembrança de uma única  palavra " Lizkor" Lembre! Não esqueça!

A Vida aqui em Israel neste dia é  acompanhada de  pensamentos profundos  que confunde o ritmo acelerado que temos com  vida, as reuniões, os compromissos de trabalhos, mais neste dia  a mensagem é fria e clara  e direta "Liskor" ! Lembre! Não esqueça!

Estou em Rechovot, para "Um encontro importante!"

Realmente um encontro sem nenhum valor comparado a esse dia!

Os pensamentos não me deixa a concentrar no tema da reunião, penso nos tios . tias sobrinhos e sobrinhas que ficaram na Polônia  e jamais conheci.

Penso na pequena Hana Fuks da cidade onde nasceram meus avos ,em  Bilgoraj perto de Lotz , que sua  mala apareceu em frente aos meus olhos na minha unica e ultima visita a Polônia em Auschwitz .

São 9:55 Minutos já não consigo me concentrar na conversa, peço para me retirar uns momentos, fico no lado de fora compenetrado nos pensamentos.

10:00 Chega o toque da sirene são 2 minutos de eternidade!

Observo as pessoas, os carros parados imóveis como se o tempo tivesse parado neste momento, observo os olhares tristes das pessoas, fico imaginando o que elas estão pensando neste momento.

São 2 minutos de eternidade, a Sirene é um grito desesperador, um suplicio sufocante!

Penso se a palavra " Humanidade" tem sentido depois da Shoa!

Penso se esse mundo ainda tem alguma chance de sobreviver da bestialidade humana!

Penso nas crianças que foram arrancadas dos braços de suas mães pelos carrascos Nazistas!

Penso em como  viver como ser humano com dignidade num mundo que deixou de ser digno depois da Shoa!

Penso no estado de Israel, e o ato de sua criação e a esperanças trazido a um povo totalmente dilacerado!

Penso como esse povo consequiu se  erque das cinzas, e das chamas do inferno!

Penso na forma que  voltaram  os sobreviventes a terra de Sion.

Penso que Israel é  uma nova Bereshit (Genesis ) para o povo Hebreu , um novo chamado  "LechLechá" Isso quer dizer “Vá a si mesmo”, isso significa caminhar em direção à essência da vida, e  não perder  as esperança que ainda existe ao povo Judeu ao ser criado o estado de Israel.

São 10:02 minutos, a Sirene se silencia , as pessoas e os carros estão de novo em movimento,volto para a reunião, e nada mais simbolico me diz  Yonatan o meu companheiro de reunião.   " Aqui a Vida continua".

Exibições: 248

Comentar

Você precisa ser um membro de JUDAISMO HUMANISTA para adicionar comentários!

Entrar em JUDAISMO HUMANISTA

Comentário de Muralha - Claudio Muller em 17 abril 2015 às 18:12

Grande Jayminho

Belo texto, boa reflexão, muito tocante !!

Abs

Muralha

Comentário de Jayme Fucs Bar em 15 abril 2015 às 19:24

Yom Hashoa nas ruas de Israel - Jayme Fucs Bar

Comentário de Jayme Fucs Bar em 7 abril 2013 às 19:20

Yom Hashoa nas ruas de Israel - Jayme Fucs Bar

© 2019   Criado por Jayme Fucs Bar.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço