JUDAISMO HUMANISTA

O Judaismo Humanista é a pratica da liberdade e dignidade humana

Rabinos criticam decisão de corte alemã sobre circuncisão religiosa- Fonte DW

Rabinos europeus criticaram decisão de um tribunal alemão, que classificou como lesão corporal a circuncisão religiosa. Religiosos afirmam que é pior ataque à comunidade judaica alemã desde era nazista.

Após um tribunal alemão ter considerado como crime a circuncisão religiosa de meninos, rabinos pressionam o governo alemão para que a prática não seja proibida. Em Berlim, rabinos ortodoxos de diversos países europeus apelaram nesta quinta-feira (12/07) para que as comunidades judaicas no país continuem realizando a circuncisão.

O presidente da Conferência Europeia de Rabinos, Pinchas Goldschmidt, disse numa reunião da entidade em Berlim que as comunidades judaicas na Alemanha e os pais afetados "não devem esperar por uma mudança da decisão judicial". Ele alertou que se o veredicto for confirmado na forma de uma lei “não haverá futuro para as comunidades judaicas na Alemanha".

Goldschmidt argumentou que uma proibição da circuncisão seria um sinal ainda mais forte contra a comunidade judaica do país do que a proibição do abate religioso de animais durante o regime nazista.

Esclarecimento jurídico

"As comunidades judaicas na Alemanha consideram o veredicto muito problemático", ressaltou Goldschmidt, em entrevista à Deutsche Welle. Ele diz esperar que o governo alemão contribua rapidamente para o esclarecimento jurídico do problema.

O religioso considera também "terrível" que os alemães sejam, em maioria, a favor da decisão, como indicam pesquisas de opinião. "Agora se trata de garantir os fundamentos de uma democracia liberal para o reconhecimento absoluto da liberdade religiosa de minorias", disse. A Conferência, liderada por ele, reúne cerca de 400 sacerdotes judeus do continente. Goldschmidt é o chefe dos rabinos moscovitas.

Goldschmidt tem esperança de que Berlim resolva os problemas existentes no âmbito da legislação. "Desejamos que isso seja resolvido o mais rápido possível", afirma. "Pois, afinal, a reconstrução de uma comunidade judaica na Alemanha do pós-guerra é de importância essencial para o futuro da Alemanha", observa o rabino.

Ele acredita que haja uma tendência crescente de marginalização de minorias religiosas na Europa e cita como evidências disso a proibição de minaretes na Suíça, a proibição do uso da burca na França e a controvérsia política sobre o abate religioso de animais na Holanda.
http://www.dw.de/dw/article/0,,16093374,00.html

Exibições: 133

Comentar

Você precisa ser um membro de JUDAISMO HUMANISTA para adicionar comentários!

Entrar em JUDAISMO HUMANISTA

Comentário de Anderson Torres em 19 julho 2012 às 23:34

Quando HShem ordenava até morte dos animais de um povo inimigo, a ordem era pra fiacar de exemplo, para que nao sobrasse nada do povo, nem a poeira dos pes do tal povo - Eis alguns exemplos que deveriam ser seguidos nos dias de hoje, mais isso ainda foi pouco, em genero, numero e grau.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Julgamentos_de_Nuremberg

Acusados e suas penas

O tribunal de Nuremberg decretou 12 condenações à morte, 3 prisões perpétuas, 2 condenações a 20 anos de prisão, uma a 15 e outra a 10 anos. Hans Fritzsche, Franz von Papen e Hjalmar Schacht foram absolvidos.

Nome Cargo Condenação
Martin Bormann Vice-líder do Partido Nazi e secretário particular do Führer Morte por enforcamento (In absentia)

 

Karl Dönitz

Presidente da Alemanha e comandante da Kriegsmarine

10 anos

 

Hans Frank

Governador-geral da Polônia

Morte por enforcamento

 

Wilhelm Frick

Ministro do Interior, autorizou as Leis de Nuremberg

Morte por enforcamento

 

 

Hans Fritzsche

Ajudante de Joseph Goebbels no Ministério da Propaganda

Absolvido

 

 

Walther Funk

Ministro de Economia

Prisão perpétua

 

 

Hermann Göring

Comandante da Luftwaffe, Presidente do Reichstag e Ministro da Prússia.

Morte por enforcamento

(suicidou-se antes de ser enforcado)

 

Rudolf Hess

Vice-líder do Partido Nazi

Prisão perpétua

 

Alfred Jodl

Chefe de Operações do OKW OKW

Morte por enforcamento

 

 

Ernst Kaltenbrunner

Chefe do RSHA e membro de maior

escalão da Schutzstaffel vivo.

Morte por enforcamento

 

 

Wilhelm Keitel

Chefe do OKW

(Oberkommando Der Wermacht)

Morte por enforcamento

Gustav Krupp

Industrial que usufruiu de

trabalho escravo

Acusações canceladas por saúde debilitada

 

Robert Ley

Chefe do Corpo Alemão de Trabalho

Suicidou-se na prisão

 

Konstantin von Neurath

Ministro das Relações Exteriores, Protetor da Boêmia e Morávia

15 anos

 

Franz von Papen

Ministro e vice-chanceler

Absolvido

 

Erich Raeder

Comandante-chefe da Kriegsmarine

Prisão perpétua

 

Joachim von Ribbentrop

Ministro das Relações Exteriores

Morte por enforcamento

 

Alfred Rosenberg

Ideólogo do racismo e Ministro do Reich para os Territórios Ocupados do Leste

Morte por enforcamento

 

Fritz Sauckel

Diretor do programa de trabalho escravo

Morte por enforcamento

 

Hjalmar Schacht

 

Presidente do Reichsbank

Absolvido

Baldur von Schirach Líder da Juventude Hitleriana 20 anos

 

Arthur Seyss-Inquart

Líder da anexação da Áustria e Gauleiter dos Países Baixos

Morte por enforcamento

 

Albert Speer

Líder nazi e Ministro de Armamentos

20 anos

 

Julius Streicher

Chefe do periódico anti-semita Der Stürmer

Morte por enforcamento

Comentário de Anderson Torres em 19 julho 2012 às 23:11

EU sabia que esse espirito um dia tentaria agir mais uma vez contra o povo, nesta regiao - essa maldiçao tem que ser quebrada de uma vez por todas - o sangue de Abraham tem que estar no poder, o exemplo do Tribunal de Nurembergue foi pouco - Vejo que deveria ter mais forcas nos dias de hoje, para que seja relembrado o exemplo !

Isso é um crime contra o direito de ser Judeu, NAZISMO PURO !

© 2019   Criado por Jayme Fucs Bar.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço