JUDAISMO HUMANISTA

O Judaismo Humanista é a pratica da liberdade e dignidade humana

SHABAT B’HAR - No Monte [Sinai] Levítico - 25: 1-26: 2

“O Eterno falou a Moisés no Monte Sinai: "Fala ao povo de Israel e diz-lhes: Quando entrares na terra que te designar, a terra observará o sábado do Eterno". - Levítico 25: 1-2
RESUMO DA TORÁ:
• Deus instrui Moisés a dizer aos israelitas que a cada sétimo ano, a terra deve observar um sábado de descanso completo: os campos não devem ser semeados e as árvores não devem ser podadas. (25: 1-7)
• Depois de quarenta e nove anos, um ano de jubileu deve ser celebrado quando todas as terras que foram vendidas durante esse período devem ser devolvidas aos seus donos originais e os escravos devem ser libertados. (25: 8-55)
• Deus instrui Moisés a dizer aos israelitas que não façam ídolos, guardem o sábado e venerem o santuário do Eterno. (26: 1-2)

APLICAÇÃO DO CONTEXTO – Uma Lição para a Humanidade?

A Tradição Judaica nomeia esta conexão de Shabat apenas como B’Har, no monte, e não faz referência ao Sinai. Certamente que a entrega da Torá ocorreu no SINAI, um pequeno monte sem muita visibilidade na planície, onde montes maiores estavam a vista. Por que tal escolha? Afirmam os estudiosos da Torá, que o Criador o escolheu, como uma forma de demonstrar ao próprio universo, que a manifestação do Eterno tem um relacionamento com a humildade.

Comentários by Avraham Bar–Zohar (Altamiro Paiva).

Exibições: 11

Comentar

Você precisa ser um membro de JUDAISMO HUMANISTA para adicionar comentários!

Entrar em JUDAISMO HUMANISTA

© 2019   Criado por Jayme Fucs Bar.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço