JUDAISMO HUMANISTA

O Judaismo Humanista é a pratica da liberdade e dignidade humana

Na tradição judaica, Abraão é conhecido como 'Avraham Avinu', o pai do povo judeu.

 

Ultimamente, no entanto, tornou-se uma espécie de moda questionar se os judeus são realmente um povo.

 

Usando uma definição reducionista que equipara "povo" a "etnia", "nação" e "raça", alguns acadêmicos como o emérito professor de história da Universidade de Tel-Aviv, Shlomo Sand, questionaram se os judeus são, de fato, descendentes de Abraão.

 

 A questão, assim estruturada, é significativa por causa de sua conclusão. Como o professor Sand escreveu em seu livro de 2008, A invenção do povo judeu:

 

"Fui acusado de negar a existência do povo judeu e preciso reconhecer que essa afirmação ... não é totalmente infundada."

 

Antes de Moisés, o rei Davi, Theodore Herzl, o TaNaKh diz sobre Abraão:

 

Eu o destaquei, para que ele instrua seus filhos e sua posteridade a seguir o caminho do Senhor, fazendo o que é justo e correto.

 

Enquanto os cientistas sociais procuram marcadores linguísticos, geográficos e biológicos, entre outros, para diagnosticar a existência de um povo, os judeus, de Abraão em diante, determinaram que o que nos torna um povo é o nosso senso de missão. A partir daí, é um senso de história comum compartilhada e um senso de solidariedade coletiva única que sela os laços do povo judeu.

 

Como a pedra angular é ter uma missão, não é tanto o caminho que define o povo de Israel, mas o seu futuro.

 

Martin Buber, um dos fundadores da Universidade Hebraica, escreveu que o espírito de Israel é o ... cumprimento da verdade simples, que o ser humano foi criado para um propósito. Existe um propósito para a criação e um propósito para a raça humana, que não criamos a nós mesmos ou concordamos entre nós; não decidimos que, daqui em diante, isso, aquilo ou outro servirá ao propósito de nossa existência. Não, o propósito em si revelou sua face para nós e nós o contemplamos. "

 

E, em boa medida, acrescentou em outra ocasião, que o importante "não é se sentimos ou não que somos escolhidos ...", mas "que nosso papel na história realmente foi único".

O povo de Israel começa com Abraão, e sua carga e ensino são o que o define.

Exibições: 19

Comentar

Você precisa ser um membro de JUDAISMO HUMANISTA para adicionar comentários!

Entrar em JUDAISMO HUMANISTA

Comentário de Cesar Arevalo. - Benaiah Cabral sábado

 Muito bom! "os judeus, de Abraão em diante, determinaram que o que nos torna um povo é o nosso senso de missão. A partir daí, é um senso de história comum compartilhada e um senso de solidariedade coletiva única que sela os laços do povo judeu."

© 2020   Criado por Jayme Fucs Bar.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço