JUDAISMO HUMANISTA

O Judaismo Humanista é a pratica da liberdade e dignidade humana

   Estudando o judaísmo, decidi fazer conversão. Tentei primeiro  uma  ponte em Israel, como a passagem estava cara ou o meu dinheiro que era pouco, entrei em contato com um Rabino Conservador dos EUA,  Rabino Celso Cukierkorn. Fui então  para os EUA. Chegando lá, fiz a conversão dentro dos critérios adotados pelo  Rabino Celso Cukierkorn.  

Tendo orado ao D'us dos Céus, D'us de Abraão, Isaque  e Jacó,  para que me apresentasse uma mulher, uma  jovem senhora, solteira, sem filhos, com idade 10 anos mais nova que eu. O tempo  passou, e tendo encontrado com o Rabino Celso Cukierkorn, em Miami Beach - EUA, estando em seu apartamento na Roosevelt Avenue / 74th Street – Broadway. Estando o Rabino a "navegar" pelo  Facebook, me pergunta: você é solteiro? Sim (respondi). Está procurando uma  companheira? Estou (respondi). Disse ele: conheço uma moça do Brasil que se encaixa perfeitamente no seu perfil.  Ela é uma  jovem senhorita de 40 anos de idade, sem filhos. Está aqui o Facebook dela, escreva para ela e diz que fui eu quem recomendei.

Assim fiz. Escrevi para a moça. Demorou  umas três semanas para a moça entrar em contato.

Depois que a moça entrou em contato, ficamos conversando por e-mail, por telefone e pelo Skype.

Não havíamos combinado o encontro para nos conhecermos pessoalmente.

Um belo dia, meu chefe, pediu-me para levar um processo na CGU, Controladoria Geral da União. Quando estou entrando na CGU, quem é que me sai?  A moça que Hashem me indicou. Espantado com o encontro casual, perguntei? Você trabalha aqui? Sim, respondeu ela. Eu também, só  que no 5º andar. Nós estávamos no 7º andar, onde fica a CGU.

Coincidência ou não, acabamos de nos encontrar e de conhecermos pessoalmente. A partir daí, começamos a sair juntos para almoçar e conversar.

De acordo  com o que eu havia pedido nas minhas orações aconteceu. D'us havia respondido as minhas orações.

Só que, D'us não  disse como  ela viria a mim. D'us disse: "Bem, estou  atendendo a seu pedido, só que vocês irão  ter que irem se ajustando no decorrer da caminhada, por que ela tem uns probleminhas para resolver. Mas nada que impeça a vossa felicidade e união". "Você terá que aprender a lidar com ela. Ela é culta, bonita, judia de coração e estabilizada financeiramente. Sejam felizes"

Porém, alguns de nós somos como "crianças". Pedimos tanto um presente a D'us e quando ganhamos não sabemos o que fazer com ele.

O tempo vai e o tempo vem, e a moça comigo está bem. Fomos a sinagoga juntos, teatro, cinema, enfim.

Mas, os problemas apareceram como desafios para  vencer. E eu anestesiado com a percepção  do presente em minha mãos, não me dei conta da tamanha dádiva que encontrei.

Minha Alma Gêmea foi embora, machucada pela ineficiência do meu  saber.

Despercebido das respostas que Hashem me concebeu, perdi a aliança que um dia D'us me deu. A aliança que Hashem me ofereceu. Pela minha imperícia no tato com o meu Amor, magoei uma rosa , fiz murchar uma flor.

Quando será que poderei acha-la?  Peço a Hashem que na sua infinita Misericórdia que a guarde pra mim. Por que outro poderá acha-la antes de mim.  Seu coração está inclinado aos elogios certeiros de outro galanteador. Por que eu não  fui  capaz de  nutrir seu ego com as marcas do Amor.

Mas, Hashem, não  era esta a minha Alma Gêmea?  Hoje ferida, está vulnerável, sedenta, carente de Amor.

Ah, Eterno! Porque minha boca serviu de maldição para meu relacionamento. Por que, permiti que o Yetse Hará fosse mais forte do que eu. Ha-Satam, se empenhou em soprar em meus ouvidos o "veneno" para matar quem eu mais queria ter como presente do Amor.

Dai-me Eterno nosso D'us, mais uma chance de encontrar a aliança perdida, que Ha-Satan  me roubou.

A mulher amada é como ouro; se não  guardar bem protegido, vem outro  e à rouba.

Perdoai-me pela minha imperícia, pela minha rebeldia em não  aplicar o coração a preservar o presente que Tu me deste.

Perdoai o meu pecado que cometi contra minha Alma Gêmea, afastando-a de  mim.

Pois à amo,  e quero tê-la pra sempre enfim.

Dai-me mais uma chance de tê-la pra mim.

Dai-me mais uma chance de encontrar minha aliança perdida, curando suas feridas.

Pagarei o preço se for preciso para tê-la de novo em meus braços de amor.

Muitos falavam pra mim: "vocês se parecem, fazem um bonito par".

Cuidarei para que não mais aconteça de dar  ouvidos a Ha-Satan e, vigiarei para que meu Amor não  pereça por minha causa, por palavras que sentenciam a "morte" e o rompimento de  uma aliança produzidos pela Tua vontade. Amem.

Exibições: 402

Responder esta

© 2019   Criado por Jayme Fucs Bar.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço