JUDAISMO HUMANISTA

O Judaismo Humanista é a pratica da liberdade e dignidade humana

Antissemitismo cresce na Europa - Coisas Judaicas

 

Novo  relatório apresentado ao governo israelense diz que 26% dos judeus europeus  perseguidos no ano passado, consideram a hipótese de fazer aliá para não se  sentirem mais inseguros em seus países. Um relatório preocupante apresentado ao  governo no domingo confirma o que muitos europeus tem sentindo nos últimos meses - o antissemitismo no continente está em ascensão, e está quebrando novos  recordes.
Description: <a href=http://3.bp.blogspot.com/_bPTuZ0RgGQw/TTGURNhrV7I/AAAAAAAACGI/dCR2QlPw6uk/s400/antisemitismo.jpg" src="http://www.owurman.com/images/noticias_da_rua_judaica_24_06_13_clip_image002_0017.png" width="143" height="203" />
A  pesquisa sobre o antissemitismo foi realizada a pedido da Agência da União  Europeia para os Direitos Fundamentais em nove países da Europa.
De  acordo com os principais resultados da pesquisa, 26% dos judeus sofreram  perseguição antissemita, pelo menos uma vez no ano passado, 34% experimentaram  tal assédio nos últimos cinco anos, 5% relataram que sua propriedade foi  intencionalmente vandalizada por serem judeus, e cerca de 7% foram fisicamente  feridos ou ameaçados nos últimos cinco anos.
Como resultado, 40% a 50%  dos judeus na França, Bélgica e Hungria disseram que estavam pensando em emigrar  porque não se sentiam mais seguros.
Os principais pontos do estudo estão  incluídos no relatório de política de pessoas judias do Instituto Anual de  Avaliação, que foi apresentado ao governo no domingo. De acordo com o relatório,  os judeus da Europa são mais pessimistas em relação ao seu futuro do que estão  dispostos a admitir, e os judeus de todo o continente não se sentem  seguros.
Description: <a href=http://2.bp.blogspot.com/_LHpiNcmBjC8/RoIuaE7VyzI/AAAAAAAAADg/DfBnjktADrg/s320/Anti-Semitismo+Porto+001.jpg" src="http://www.owurman.com/images/noticias_da_rua_judaica_24_06_13_clip_image004.jpg" width="323" height="243" />
De  acordo com os autores do relatório, os judeus da Europa podem estar chegando à  conclusão de que a situação só vai piorar. De acordo com dados do relatório,  cerca de 300 famílias judias emigraram da França para Montreal recentemente, e  outras 120 emigraram para outros países.
Em função da situação, o JPPI  estima que muitos judeus vão estudar a possibilidade de emigrar para Israel, e  recomenda o governo a tomar várias medidas para incentivar essa tendência:  Remover os obstáculos burocráticos para o reconhecimento de títulos acadêmicos  obtidos no exterior, facilitar a absorção de emigrantes com profissões que  exigem licenciamento, e evitar que cada imigrante seja alistado automaticamente  no exército.
O JPPI também sugere que seja facilitada a conversão e  incentive a conversão de não-judeus (de todo o mundo), que sejam casados com  judeus.

Read more: Coisas Judaicas דברים יהודיים: Antissemitismo cresce na Europa http://www.coisasjudaicas.com/2013/07/antissemitismo-cresce-na-euro... Follow us: @coisasjudaicas on Twitter | judaicas on Facebook

Exibições: 185

Comentar

Você precisa ser um membro de JUDAISMO HUMANISTA para adicionar comentários!

Entrar em JUDAISMO HUMANISTA

Comentário de Konrad Yona Riggenmann em 5 julho 2013 às 11:34

Sendo emigrante alemão, posso confirmar que o antisemitismo cresce na Europa. Com a sua decisão de 18 de Março 2011, legalizando crucifixos obrigatorios nas salas de aula de todas as escolas publicas de Europa, o Corte Europeu de Direitos Humanos em Strasburgo deu um sinal anti-Semita mesmo: contra semitas judeus e semitas muçulmanos. Aliás, esse crucifixo, que foi descrito já no ano 1850, pelo filósofo cristão Soren Kierkegaard,  como aparelho de aprender ódio anti-Judaico, foi essencial para a perseguição dos Judeus na Europa desde o seculo decimo primeiro, quando os primeiros crucifixos expressivos foram criados pelos artistas europeus. Depois da derrota dos nazistas em 1945, o antisemitismo na Europa apenas "hibernou", como o historiador Daniel Goldhagen constatou. Por que esse ódio acordou de novo? Primeiro, pelo menso na Alemanha, as raizes cristãs do antijudaismo ainda ficam tabu e continuam sendo efetivos. Porém, o renascimento do antisemitismo europeu tem de ver muito com a politica dos governos direitistas de Israel. "O gerador de antisemitismo mais efetivo no mundo de hoje, criando uma herança que pode levar a um ódio global de judeus, é o estado de Israel e a politica dele respeito aos Palestinianos. Cada um que de verdade é preocupado com o crescimento do antisemitismo devería dedicar as suas energias para mudar a politica israelense ..." o Rabino Michael Lerner de Berkeley, California alerta (no seu livro "Embracing Israel/Palestine, p.393).

As vezes tenho a impressão que certos Israelenses pensam que o antisemitismo gerado pela politica israelense é proveitoso porque vai trazer mais imigrantes a Israel. Porém, a emigração de todos os judeus da diaspora a Israel é o contrario da solução. 

 

© 2019   Criado por Jayme Fucs Bar.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço