JUDAISMO HUMANISTA

O Judaismo Humanista é a pratica da liberdade e dignidade humana

O Segredo dos Mekubalim ( Cabalistas) de Sfat – Jayme Fucs Bar

O Lugar que tenho maiores saudades de estar nesses tempos de Corona em Israel é Sfat, não sou religioso e nem místico, mas não sei explicar sempre que estou em Sfat algo acontece, o que comecei a perceber com minha intuição que certas pessoas que vivem nesse lugar chamado Mekubalim (cabalistas) sempre estão conectados com outro pronto a intervir em várias situações que você não pode imaginar e nunca sabe de onde vem!
Situações que nos parece algo do cotidiano se transformam em dádivas de Luz, elas vem sempre desses Mekubalim que poderíamos chamar de Magid ( Magos) eles estão sempre prontos para intervir como forma de ajudar o outro , a se conectar com a sua neshama (alma) que é esse nosso interior meio perdido com o tempo e desconectado com a criação.
Para essas pessoas se conectar com o outro o diferente para dar uma luz, é como se fosse uma troca, pois no ato que voce recebe essa luz ele recebe (Cabala) tambem uma outra luz.
Essa luz que ele dá ao outro o ajuda evoluir o seu interior é como se estivesse galopando numa carruagem de luz (merkava) que sobe nas escalas mais elevada para encontrar mais luz. Essa Luz eles chamam de sod (Segredo) ,e cada vez que um segredo é revelado, se abre uma nova porta para se descobrir um novo segredo quando mais segredos são revelados maior é a luz que se tem no seu interior.
Tenho dezenas de exemplos e situações para contar que vivenciei em Sfat com esses Mekubalim, que dá para escrever um livro, conto para vocês uma situação curiosa que me fez ri muito e também pensar.
Estava a alguns anos atras passeando com 3 mulheres divorciadas, que resolveram se ajuntar para passear em Israel, chegando Sfat estávamos sentados em frente a loja das velas perto da sinagoga do Yzaak Luria, estava contando para as mulheres sobre a Historia de Sfat e de repente passa ao meu lado um desses Mekubalim, (Cabalistas) com uma barba bem longa, e fica olhando para as 3 mulheres como se estivesse radiografando cada uma delas, essa situação me incomodou muito, pois no meio da explicação alquiem para em silêncio ao meu lado e fica olhando para as mulheres, parei no meio das minhas explicações e perguntei em hebraico
- “o Sr.sabe português?”
Ele ainda compenetrado nas mulheres me disse - “ Não! Eu estou observando que essas mulheres vieram aqui para Israel não para passear”!
Eu ri e perguntei “ Mas então o que elas vieram fazer aqui em Israel”?
Ele me respondeu “ Vieram procurar um bom marido”!
Eu não aquentei dá forma que ele respondeu e dei um rizada contagiante!
Nessa situação as mulheres já com muita curiosidade me perguntaram o que esta acontecendo? Do que você esta rindo dessa maneira?
E eu respondi "vocês me perdoem a intromissão na vida pessoal de vocês, mas ele disse que vocês vieram para Israel não para passear e sim procurar um bom marido"!
As Mulheres cairão na gargalhada de felicidade de certa forma confirmando o que disse esse homem vidente.
Ele, mas uma vez me interrompeu e me disse: “ Fala para elas que quero dar uma bracha ( Benção) para cada uma delas que vai ajuda-las encontrar um bom marido, ou aqui em Israel, ou la’na terra delas”.
De imediato as mulheres concordaram e ele pediu para as mulheres colocarem um lenço na cabeça e ele sem a toca las fez uma bracha (Benção) para cada uma e disse que agora ele podia ir embora, uma delas tomou a iniciativa de querer dá um dinheiro de gratificação a ele que se recusou e disse
" Dá uma Bracha ( Benção) para ajudar uma pessoa é a minha obrigação! Não tem nada a ver com dinheiro” e continuou o seu caminho.
Eu sei que vocês estão perguntando! Se Elas conseguiram um bom marido?
Eu não sei, mas acredito que somente a intenção, a intuição e o jeito especial de se conectar com elas de forma de trazer o bem as fez levar para suas casas uma luz que elas receberam e pode com certeza ajuda las a encontrar um bom marido!
Eu não entendo nada de Cabala, mas aprendi com a vivência com esses Mekubalim que não adianta você somente estudar a Cabala se você não tem uma prática desses ensinamentos Isso quer dizer se você não sabe se conectar para desvendar o ( sod) o segredo” significa que você, não esta, preparado para praticar a Cabala!
Os Mekubalim conseguem colocar em foco o próximo em suas vidas e estão constantemente conectados com o outro para poder aprender através de uma boa ação o desvendar de um novo segredo que no pensamento da Cabala, vai proporcionar o aparecer de um novo segredo e esse processo é sem fim.
Já houveram Mekubalim no passado que usaram a Cabala da Magia para tentar descobrir sobre todos os segredos da vida simplesmente enlouqueceram ou até se suicidaram!
Jamais será possível descobrir todos os segredos da Vida, mais cada segredo descoberto abre uma nova porta elevando a alma e o espírito . A Cabala não é como muitos pensam um ensinamento sagrado. É sim o ensinamento de descobrir o segredo.
Espinosa em seu tempo entendeu que a forma de você se conectar com o ÚNICO é possível através da existência de tudo que seja a sua criação,observar e contemplar com atenção tudo que está em sua volta é isso que nos ajuda a se conectar, e revelar o segredo (sod) .
Em nossos tempos os nossos olhos e os nossos corações deixaram de observar e valorizar as coisas elementares da criação, seja uma flor, um pássaro, uma criança , uma montanha, um idoso,uma lua cheia ou um por do sol. Estamos vivendo um momento de transição em nossas vidas e a Corona parece que vem nos ajudar a quem desejar a compreender a observar e se conectar com a Criação.
Esses Mekubalim que encontro em Sfat não somente são grandes estudiosos mas o importante para eles é chegar a um alto nível de consciência e evolução espiritual humana , onde tem a hochma (sabedoria) de saber estar sempre conectado com o outro e tudo que está em sua volta.
Eu não tenho como explicar em palavras esses acontecimentos que tenho a dadiva de observar e sentir em minhas caminhadas em Sfat e como sabiamente está escrito no Zohar “Sim! Eu sabia essa verdade o tempo todo! Meu coração sabia, mas minha boca era incapaz de expressá-la!”
Para finalizar conto mais uma dessas Historia curiosas que acontecem comigo em Sfat
Um dia estava com uma familia e tinha um menino de 12 anos e estávamos na sinagoga de Yzaak Luria na saida já caminhando o menino me comentou –" Jayme essa sinagoga não tem uma Mezuzá na Porta?
Eu que já entrei nessa sinagoga centenas de vezes respondi com toda a segurança!
“ Claro que tem"!
O Menino insistiu, o que me levou a curiosidade de voltar com ele de novo até lá! Olhei para a porta dessa importante sinagoga e de verdade não tem uma Mezuzá, algo que nunca tinha observado!
Minha curiosidade aumentou e fui até um dos Mekubalim e perguntei
" Desculpa mas, porque Não tem Mezuzá na entrada da Sinagoga?
O Mekubal de forma direta me disse "Não precisa"!
Eu exclamei, "Mas Por quê"?
E ele me respondeu " È, porque você esta dentro da Mezuzá"!
• Mezuzá ("umbral") é um mandamento da Torá que ordena que seja afixado no umbral das portas um pequeno rolo de pergaminho (klaf) que contém as duas passagens da Torá, "Shemá" e "Vehaiá"

Exibições: 120

Comentar

Você precisa ser um membro de JUDAISMO HUMANISTA para adicionar comentários!

Entrar em JUDAISMO HUMANISTA

© 2020   Criado por Jayme Fucs Bar.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço