JUDAISMO HUMANISTA

O Judaismo Humanista é a pratica da liberdade e dignidade humana

Para não dizer que eu não falei das dores! A mascara caiu!

A pedido de muitas pessoas do site do JH, que não tiveram a oportunidade de ler a troca de e-mail com o Luiz de Carvalho, me pediram para divulgar o conteudo da  discucão.
A troca de e-mail começou depois de vários postagem de "propaganda" sectaria Palestina no nosso site.
O primeiro e-mail eu enviei  ao Luiz de Carvalho, sobre uma postagem ao bloqueio de israel a faixa de Gaza.


Abaixo veja na ordem as trocas de e-mail


Peco as minhas desculpas a muitos chaverim do site, que tinha me pedido tirar de imediato, o Luiz de Carvalho da Rede, mais para mim era importante ter a devida paciência para verificar e desmascarar os seus verdadeiros objetivos.
Agradeco aos chaverim do site,Sergio,Marcelo e Paulo pelo apoio e a união!


Shabat Shalom a todos!


jayme


De Jayme Fucs Bar para Luiz de Carvalho
Enviado 17.2.2011

Caro Luiz,

Meu nome eh Jayme Fucs Bar, fui ativista da DS na epoca da Ditadura militar no Brasil, e vivo em Israel desde 1982, e atuo junto com grupos e organizações palestinas,de posturas humanistas, socialistas e moderados, pela a Paz para criação de um estado palestino ao lado do estado de Israel.
Aqui lutamos muito contra o processo de desumanização e demonizarão que se faz a propaganda Israelense e palestina, onde o objetivo e desinformar a realidade geral desse contexto Humano.

Na verdade os grupos que usam essa tatica no fundo tem um nacionalismo cego que não consegue ver nada somente o que entende a sua realidade, e o seu direito exclusivo sobre o direito do outro.

Entre os artigos, que vc envia, a grande maioria vem desse contexto da propaganda exatamente como faz parte da midia Israelense e dos setores da direita das comunidades judaica, devido que os artigos não são de sua própia autoria, não fica claro a sua posição pessoal sobre alguns tema que tenho a curiosidade de saber seu posicionamento, dentro de uma rede que tem como a visão Judaica e Humanista.
Quais são suas intenções e interesse quando entrou para essa rede ?
Qual eh a sua posição sobre o direito da existência do Estado de Israel ao lado de um estado Palestino dentro da resolução das nações unidas em 1948?
Qual eh a sua posição em relação ao uso da violência palestina frente a população civil Israelense?
Agradeço em ouvir sua opinião pessoal!
Um forte Abraco
Jayme




De Luiz de Carvalho para Jayme Fucs Bar
Enviado 1 dia atrás
Prezado Jayme,

Fico muito preocupado com o que vocês chamam de opinião própria. Na verdade e como sempre, essa preocupação parece mais mania cultural excomungacionista de uma cultura da culpabilização como tem sido a regra. Suas questões delicadas parecem mais assunto para tribunal de justiça fundado no medo, no ressentimento, na investigação policialesca, que fico pensando se realmente lutou contra a ditadura. Parece que o que vocês querem é um motivo fundado num virus do poder do Estado, para excluir, banir, excomungar, execrar e coisas do gênero tal como o fizeram com Spinosa. Aí me pergunto: é isso que se chama opinião própria? Originalidade? Até quando essa cultura ressentida vai ser a alma do judaismo? Melhor dizendo, de um certo Judaismo? Passei por tudo que talvez vocês não passaram em termos de perseguição e sou capaz de não esconder a perserguição e a cultura da acusação aos outros que nós praticamos. Essa tática de acusar primeiro e demonizar o outro como faz a mídia do império americano foi aprendida com nosco, nós da cultura de Ressentimento. Acho até que você faz um esforço sobre humano para não parecer policialesco, ressentido, mas os outros... Lamentavelmente, pensei que essa comunidade tivesse superado essas questões...Mas vejo que usam o holocausto para se denominarem um povo messiânico, já que não esperam mais um ditador pessoal, construiram uma ditadura Estatal cultural para empreender a acusação, o banimento, e a tortura como auto defesa.
Podem mais uma uma vez praticar vosso ânimo atormentado pela cobiça e pela impotência como prática de adestramento! É isso que querem? Aí está um prato cheio para saciar vossa fome de messianismo!

Um abraço forte irmão!
De Jayme Fucs Bar para Luiz de Carvalho
Enviado 1 dia atrás



Prezado companheiro Luiz,
Fica Calmo, Acho que voce eh que caiu nesta de culpacionismo, policiamento, e ressentimento!
Por suas palavras entendo e compreendo de onde vem a teoria sobre os judeus, Israel e judaismo.
A Teoria da conspiração da "nova esquerda brasileira"!

Fico Triste em ver uma pessoa tão inteligente, tão capacitada como voce cair nesta armadilha, e se tornar parte desse neo fascismo camuflado de esquerda, que se une com as forcas "progressistas "e "democraticas" da Hisbola, Hamas e dos fundamentalistas Islâmicos, fazendo a mesma politica reacionária da direita ultra nacionalista de Israel e dos setores judaicos.

Companheiro Luiz, Somente te fiz um pedido simples, quero ouvir de voce com suas palavras o que pensa sobre as minhas perguntas e não dos textos e discursos impregnados de sectarismo fascista , que se reivindica "esquerda"
Será que eh tão dificil voce responder as minhas perguntas, sem ressentimento, sem se sentir culpado, sem medo de se policiar sobre o que verdadeiramente pensas!

Não tenha medo de tirar as mascaras e mostrar a sua verdadeira Face!

Aqui em Israel conhecemos muito bem essa realidade dos discursos Nacionalistas sectários em "Nome do povo palestino" ou em "Nome do povo Judeu " porem todos contaminado de ódio, medo, de violência sobre o outro.Todos que se acham donos da verdade absoluta, como vcs e os ultra nacionalistas do governo de Israel, leva a essa nossa realidade aqui cada vez mais caótica.

Dentro desse contexto, essa minoria de Judeus e palestinos, moderados, humanistas e pacifistas são os verdadeiros Spinozas e Ariel da Costa, onde voce e essa "esquerda" fascista sem saber estão de mãos dadas com a direita, e os ultra nacionalista do atual governo Israelense.

Se isso não eh verdade por favor ! somente responda as minhas perguntas!

Aqui em israel nos militantes humanistas, pacifistas e socialistas dentro desse triste contexto onde a esquerda se tornou fascista e ultra nacionalistas fundamentalistas religiosos e se uniram. Nos aqui ainda gritamos!

VENCEREMOS!

Um detalhe: Esse site não eh messiânico!

eh um site do Judaismo Humanista se tiver tempo leia um pouco mais sobre nos antes de copiar seus textos e chegar a conclusões fora do contexto.

abraco de um companheirro judeu socialista , que nao foge da luta e enfrenta a realidade de forma complexa e nao sectaria!


jayme


De Luiz de Carvalho para Jayme Fucs Bar
Enviado 1 dia atrás

Prezado Jayme,

Vosso ar de donos da verdade e de rabinos conselheiro enoja qualquer criança que , por acaso, não soubesse, por meios convencionais ou outro, dos acontecimentos. Não é necessário saber o que acontece para ver em vossa postura o olhar do Deus bondoso e com sede de calar o outro, de humilhar, de saborear o sangue da não identidade, de destruir e esconder as vítimas como na cidade de jericó e tantas outras que a mídia aprendeu a esconder com as lições bíblicas, com uma falsa informação defenciva de quem deseja esconder e se apresentar como ser de justiça como a filosofia ressentida de Emanuel Lévinas; Vocês desejam a identidade dos outros para julgar, mas esquecem de se olhar no espelho e ver em vossas narinas o enxofre fumegar escorregando sangue das vítimas que desejam ou já se saciaram. É vergonhoso vosso modo de falar, de se justificar, é peçonhento, Belicoso , fedorento, doentio...A doença do Deus Único que não tolera outras verdades, que felizmente, a história irá jogar como mais uma peça sem importancia no tabuleiro do fim dos totalitarismo confesso ou disfarçado como vossa cultura.



De Jayme Fucs Bar para Luiz de Carvalho
Enviado 1 dia atrás

Opa, Agora sim estamos começando a conhecer o verdadeiro Luiz de Carvalho, mostrando a sua verdadeira face, cheio de ódio a judeus, e tudo que venha e seja parte dessa herança histórica , cultura e tradição milenar.

Te agradeço por manifestar de forma verdadeira os seus pensamentos, onde fortalece e fica clara a tese de grupos e pessoas como voce que se autodeterminam da " esquerda brasileira" e não passam de pequenos e perigosos nacionalistas neo fascista, camuflados de intelectuais progressistas.

Nesta sua fervorosa "luta" pelo direito povo Palestino, na verdade, eh a forma de voce usar o nome do povo palestino,e a legitimo direito desse povo, para manifestar esse seu ódio camuflado ao povo Judeu!

Na verdade não tem nenhum interesse verdadeiro sobre a luta dos palestinos, es um oportunista, onde os usa para manifestar seus verdadeiros interesses escondidos contra os judeus.

Fico aqui de longe numa maior curiosidade!

O que pensa o companheiro sobre os afro-brasileiros e sua herança histórica a Africa?

O que pensa o companheiro sobre os nativos indígenas brasileiro, sobre a sua herança histórica e cultural a todo o continente brasileiro?

Serás que tem uma opinião formada sobre esse assunto tão brasileiro ?

O grande desastre de pessoas como voce eh que com certeza com esse seu nome de Carvalho, leva em suas veias o sangue dos judeus que tanto odeia,

Jayme




De Luiz de Carvalho para Jayme Fucs Bar
Enviado 18.2.2011

Prezado Jayme,
Muito obrigado por sua democracia previsívelmente doentia por identidade. Ou você não sabe do que se trata? É bem provável. Vossa burrice por identificar o outro e se reconfortar faz-me lembrar de Judeus perseguidos e por isso identificados para os olhos de quem? Há! desculpe. Você não sabe porque no fundo tem as mesmas necessidades, a mesma fome, a mesma vingança pela qual os refugiados do mundo sofrem. Há! trata-se do selo, do preço, da marca que a mercadoria deseja para dar forma ao "deus" da justiça...Do eu sei o seu preço...Ha! esqueci que a ética de sua paixão é a da mercadoria como tão bem foi teorizado por Emanuel Levinas. Foi assim que julgaram Spinosa? Acredito que naquele tempo vossa fome de julgar era menos contida, ou estão procurando na calada da noite vossos párias para expô-los os culpados do que vocês mesmo desejam ser os primeiros? Por que será que o processo de Kafka se parece tanto com vossa preocupação em saber o que penso? Há! desculpe. Esqueci que vossa ética é a ética do Escravo: ele é mal, eu sou do Bem. Realmente Kafka sentia na pele essa impotência do escrevo que diz: você é antisemita, tem ódio de judeus, são neo fascista, tem interesses escondidos contra judeus, e besteiras do gênero. Deixa de tua babacaquisse! Deixa chomingar! Ver se cresce menino! Agora diga: você não jpoga mais com nossa bola! Eu sou o dono da bola e você não joga! Só joga eu e meus amigos! Hó que menino mimado! chorão! Diga agora meu filho: você não entra na minha casa! Vamos eu quero ver o tribunal reunido na sinagoga virtual Juguem! Dê liberdade ao vosso ânimo tribunalesco, de menino mimado!

Não se cresce buscando identidades meu caro,




De Jayme Fucs Bar para Luiz de Carvalho
Enviado 1 dia atrás

Agora sim que esta ficando super interessante, ver o seu grito furioso, seu rosto verdadeiro, suas verdadeiras palavras, seus choro, seus brandos, seus verdadeiros pensamentos, sua verdadeira personalidade.

Ufa ! Finalmente demoraste muito para sair de sua camuflagem de intelectual de "esquerda" simpatizante da causa "palestina" .

Prezado Luiz demorou um pouco, mais a sua mascara caiu!

Com certeza não sou parte do seu jogo, nem de seu time, eh claro que essa bola eh sua, e logicamente voce eh dono desse jogo,pois esta claro que toda essa manifestação em pro a causa "palestina" eh um jogo, uma farsa ,onde neste jogo sujo, e perigoso usa tudo e todos para avançar na sua verdadeira causa ,o ódio profundo, a tudo que seja Judeu.

Grande jogador Luiz de Carvalho, A MASCARA CAIU!

Jayme

Exibições: 108

Comentar

Você precisa ser um membro de JUDAISMO HUMANISTA para adicionar comentários!

Entrar em JUDAISMO HUMANISTA

Comentário de Sérgio Storch em 20 fevereiro 2011 às 21:43

Caro Jayme

Parabéns pela sua paciência. Só pondero que não será sustentável agir da mesma forma em novas situações semelhantes. Para cada um que desmascaremos, aparecerão outros 10. É uma energia negativa muito forte, e não há como combater na base do um a um. Eles aparecem em todos os lugares: já os vi na USP, na Unicamp, no Forum Social Mundial e nos mais diversos lugares.

Acho que o caminho para combater esse mal é a educação dos nossos, para que cada um, cada pessoa, cada jovem, estejam preparados com conhecimento e coragem para peitar e disputar as mentes e corações  (dos outros, não dessas pessoas, pois com elas é como enxugar gelo), com palavras de diálogo e de reconhecimento do Outro, do palestino, do egípcio, do habitante de Gaza etc. É um trabalho árduo, de levarmos a palavra de Buber, de Yeshayahu Leibowitz, de Heschel, dos Rabbis for Human Rights, para cada jovem judeu que tivermos o privilégio de ter conosco. Eles poderão estar em todos os lugares, e não nenhum de nós individualmente. Foi-se o tempo dos grandes heróis.

E, Jayme, acredito que no Brasil teremos muitos amigos, se soubermos fazer a Hazbará que tem que ser feita, não aquela complacente com a ocupação. Porisso, acho que nosso tempo e energia escassos devem ser voltados para os nossos e para nossos amigos, e não para combater esses vírus. Contra eles, precisamos ter proteção, através de uma Carta de Princípios, e ações rápidas de exclusão. Não temos que ser liberais com inimigos da democracia.

 

Neste momento, sim, acho que temos que pronunciar as palavras Chazak Ve´Ematz, que nossos predecessores criaram para proteger os kibbutzim de torre e paliçada. Penso eu que agora esta falsa esquerda no mundo todo é o perigo, ao lado da direita nacionalista em Israel. Há uma grande frente a ser construída, com as forças democráticas (da esquerda à direita) dos povos com quem convivemos na Diáspora. E da Diáspora deve vir a força para revigorar nossos combatentes

Comentário de Rabino Efraim Zadoff em 20 fevereiro 2011 às 5:40

Jayme, felicitaciones por la paciencia que tuviste en esta discusion. Es triste verificar cuantos como este sostienen el odio a nuestro pueblo.

Ishar koaj!

Efraim

© 2022   Criado por Jayme Fucs Bar.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço