JUDAISMO HUMANISTA

O Judaismo Humanista é a pratica da liberdade e dignidade humana

Patricia T. Tolmasquim
  • Feminino
  • Rio de Janeiro
  • Brasil
Compartilhar

Amigos de Patricia T. Tolmasquim

  • Marcelo Luz
  • Rafael Fleischman
  • Sérgio Storch
  • Bruno Kampel
  • josef chmerl czernocha
  • Jose Taragona
  • Alessandra Serra Viegas
  • Kamila Souza
  • Angela R. C. Nespoli
  • Paulo Blank
  • Flávia Muniz
  • abel barmack
  • Moshe Moti Rosen
  • Jayme Fucs Bar
 

Página de Patricia T. Tolmasquim

Fotos de Patricia T. Tolmasquim

Carregando...
  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Caixa de Recados (28 comentários)

Você precisa ser um membro de JUDAISMO HUMANISTA para adicionar comentários!

Entrar em JUDAISMO HUMANISTA

Em 2:16am on abril 14, 2012, Jayme Fucs Bar deu para Patricia T. Tolmasquim um presente...
Presente
QUERIDA PATRICIA FELIZ ANIVERSARIO DE PAZ SAUDE E MUITAS ALEGRIAS A VOCE E TODA A SUA FAMILIA
Às 14:56 em 28 agosto 2011, Sérgio Storch disse...

Oi Patrícia, fiquei feliz de ver você no Yala. Veja a sincronicidade.

Maurício Tolmasquim é certamente seu parente, não é?

Eu acabei justamente agora um papo no facebook com um estudante do technion que conheci no yala, para formarmos um grupo de engenheiros israelenses junto com palestinos para virem apresentar propostas conjuntas para meio ambiente na região no Forum Social Mundial em fevereiro, com a ideia de que amadureçam até a Rio+20, e que venham a ser apresentadas já encorpadas por uma dupla de líderes israelense e palestino. Esse é o tipo de trabalho que estou buscando fazer: formar redes, sempre para fora de grupos fechados. Nos grupos fechados a gente se motiva, faz amigos, e leva pra fazer ações lá fora, Se quiser bater um papo sobre o que observar no Yala, pode me cutucar.
Veja o que publiquei no Facebook entre ontem e hoje, e que as suas conexões podem ajudar.
Um beijo

Às 16:40 em 18 abril 2011, josef chmerl czernocha disse...

Ashrei hagafrur shenisraf , vehetzit lehava

Ashrei halehava shebaara,besitrei levavot

Ashrei halevavot sheyadeu lachdol bechavod

  CHANA SENECZ

Às 9:49 em 21 fevereiro 2011, Sérgio Storch disse...

Oi Patrícia, bem vinda ao núcleo SP. Sinta-se em casa.

Acho que com essa participação cruzada entre núcleos vamos ter um processo bem rico de intercâmbio, através das pessoas, sem necessidade de formalizações. Vamos aprendendo a usar essas ferramentas, que facilitarão a irrigação.

Sabe,queria te conhecer melhor. Que tal você se apresentar? A melhor forma é:

  • clique em Minha Página
  • role a página até Caixa de Texto
  • clique em Editar
  • fale tudo sobre você da maneira mais informal que desejar. Se apresente inteira: família, por que está aqui, atividade profissional, o que curte, relações com o judaísmo etc.
  • para ver outras apresentações, por enquanto me ocorre lembrar a minha, a do Marcelo Barzilai, e da Lilian Mises. Clique em Membros, pesquise o nome desejado, e clique então no nome. Você verá a ´página da pessoa.

Vou transformar isso num texto padrão, para facilitar a reprodução.

Depois de fazer a sua, faça uma mitsvá. Convença mais uma pessoa a fazer a dela.

 

Um beijo

Às 21:54 em 17 janeiro 2011, Sérgio Storch disse...

Oi Patrícia, mas também, competir com um filho que chega do shnat, né?

Não faltarão oportunidades. Que tal vcs fazerem um encontro aí no Rio também?

Sugeri ao Paulo Blank convidar a Esther Kuperman também.

Ah sim, e o pessoal da ASA!

Um beijo

Às 1:11 em 7 agosto 2010, Paulo Blank disse...
Oi Patricia,viu só?? eu escrevia sobre abandonar os superlativos e as visoes fixas,tipo mim tarzan you jane,mim intelectual vc intuitivo,qdo,meu dedo escorregou e pronto,o texto sumiu....nao saco nada desta maquina...tive ideia: nois junta um sahbat vc/nehama.eu/irmao e fazemos uma leitura conjunta dos dois.seria legal.no mais quero te dizer q nao me identifico com o papel do intelecto pois sempre uso mto masi intuiçao do q pode parecer.Alcançar um resulyado intelectual sofrível implica em mto trabalho e mto esforço,tenho inveja daquekas pessoa q lêm um texto,emtemdem de primeira e nao esquecem jamais.Tudo é esforço,só deus é poder.....shabat shalom.
Às 14:27 em 6 agosto 2010, Paulo Blank disse...
Nossa ,vc dorme tarde,mas não precisava ofender o levinas( rsrsrsrs).Eu penso judaísmo/ psicanálise mto nates de conhecer levinas, q é um fato recente na minha vida de constante exilado( Vinicius) Na areunião aqui em casa o David me colava no levinas e eu comentei isto com ele mais tarde. A idéia do perdão é minha mesmo e mto antiga e vem da clínica.
Comecei a me interessar por Levinas fazem 5 anos.No doutorado na ECO um professor for o primero a me falar dele.Coisa atípica de intelectual subdesenvolvido ( rsrsrsrs)ao ver os meus escritos sobre ética baseados na cabala e na psicanálise( Fernczi e L me perg sobre Levinas q eu nao conheci até o ano 2000, e qualquer forma é uma honra vc achar isto e ler os meus textos do blog,q,é caro,ninguém os lê.O q eu gosto masi é do aqui tbm acontecem anjos( tbm original) e o últiom estudo,Duas cArtas sober o HUnmanismo Judaico ,q é um esforço de pensar a partir do polotico um mais além que o politico.Mto obrigado por ler.Mande qdo puder as tuas impressões.Shabat
Shalom e behatzlarrá.Paulo
Às 1:23 em 6 agosto 2010, Paulo Blank disse...
num tô entendendo,me limitei a dizer q vc era sábia e eu concordava,vou tentar descobrir o q vc quer dize.De qualquer forma ,uma boa drashá p/ vc. Depois trocamos figurinhas sobre os Le4ibowitz.Bjs.PB
Às 17:05 em 5 agosto 2010, Flávia Muniz disse...
hunf!!! Não acredito!!! E agora????


bjos
Flávia
Às 11:32 em 5 agosto 2010, Paulo Blank disse...
Oi Patricia,é mto boa a tua mneira de abordar , tratya-se no fundo de narrativas em q faltam outras narrativas q tbm cabem.Na amedida em q em cada geração se narra diferente,isto implica em q na nossa a gente possa acrescentar outras.Com diziam os Talmudistas,Doe dor ve dorshaiv,é uma sacda genial.Se cada geração tem os seu sinterprétas então as narartivas sobre os texto podem mudar e com elas as consequencias sobre as vidas das pessoas.Grande abraço.PB
 
 
 

© 2017   Criado por Jayme Fucs Bar.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço