JUDAISMO HUMANISTA

O Judaismo Humanista é a pratica da liberdade e dignidade humana

O professor de educação, judaísmo e história, Jayme Fucs Bar, atual "mazkir" dirigente do kibutz Nachshon no sul de Israel, membro do Meretz, o partido mais ...

Classificação:
  • Atualmente, 5/5 estrelas.

Exibições: 332

Favorito de 3 pessoas

Comentar

Você precisa ser um membro de JUDAISMO HUMANISTA para adicionar comentários!

Entrar em JUDAISMO HUMANISTA

Comentário de Jayme Fucs Bar em 27 agosto 2016 às 4:25

Menorah na TV 21-nov-2012 Jayme Fucs Bar

Comentário de Jayme Fucs Bar em 16 maio 2013 às 16:23

Querido  Uildicler,

Suas ideias e reflexões , são importantes e muito bem vindas para o tipo de dialogo que procurmos fazer aqui em Israel junto com os Palestinos.

O que falta é exatamente isso, um dialogo profundo, entre os dois lados, onde o criterio comum deverá ser  a não violencia .

As Bases para se chegar a uma resolução de Paz nesse dialogo comum é fazer entender que a Paz e o fim do conflito é um projeto de  interesse vital  de normalização do povo judeu e Palestino, contra o processo do radicalismo do nacionalismo  fundamentalista Islamico e Judaico que cada vez mais se prolifera no contexto politico dessa região levando o Povo Judeu e Palestino a um  processo sem fim de violençia ,odio e demonização do outro.

Obrigado por sua colaboração!  

 

Comentário de Uildicler E Silva em 14 maio 2013 às 1:14

Jayme Fucs,

Boa noite!

 

Me perdoe aqui meu comentário. Eu que sou leigo,  que estou ainda me cercando de toda a história e cultura do nosso povo.

Vendo o vídeo acima, com a sua entrevista, muito me emocionei com o que ouvi. Concordo que podemos ou poderíamos repartir com os palestinos o território Israelense. E a região demográfica ser uma só para os dois povos, porém, com fronteiras e governos independentes. Tipo assim: Israel ser o distrito e a palestina ser o federado. Igual ao Brasil. Temos um Estado Federado que é Brasília e os demais Estados Federativos, que são independentes e com Governos também independentes, porém sujeitos ao Governo Central que está em Brasília. A grande dificuldade é Jerusalém.  Segundo eu sei, os palestinos não aceitam que Jerusalém seja só do Estado Judeu. Querem que Jerusalém seja só deles. Acredito (como sugestão) que Jerusalém seja uma capital federada para atender aos dois povos. Sendo Jerusalém um Estado Federado sobre o controle Israelense.  Então teríamos: Um Estado judaico palestino, cuja cidade federada seria Jerusalém. Uma constituição que reze as leis para os dois povos, respeitando-se suas culturas, modo de vida e tradições. E cada cidade Estado teriatambém sua própria constituição para reger seus próprios conflitos internos. Iríamos mexer em muita coisa. Mas, para  a PAZ e a HARMONIA entre os povos, faríamos essas mudanças. Porque, olhemos para o lado humano; Todos temos direitos a VIDA, a PAZ e ao BEM ESTAR SOCIAL.  Mais do que isso, só quando a era messiânica chegar.

Entretanto, para que tudo isso aconteça, temos que resolver primeiro os conflitos internos em Israel. Unir, unir e unir. Há muita divisão em Israel. É preciso deixar o orgulho nacionalista de lado para unirmos em prol  da PAZ além fronteiras. É preciso que todos; ortodoxos, conservadores, reformistas, progressistas, reconstrucionistas humanista, laicos, ateus.. juntem-se, deem as mãos para fazermos de Israel o lugar mais seguro do mundo. Israel é o Mashiach. Deve partir dele. Da política israelense em unir os povos e estabelecer a PAZ. Israel é a fonte de Luz que deve ser expandida para o resto do mundo.

Queremos que o Mashiach chegue. O Mashiach já chegou e nós estamos nos deixando vendar os olhos com as nossas dificuldades, orgulho exagerado e nacionalismos exacerbado. O que falta é organizar uma política que dê vida ao projeto da PAZ.

(Comente. Diga os pontos onde os meus pensamentos estão errados, para que possa aprimorálos).

Em tempo: Vou ler o seu livro.

Comentário de André Ben Avraham Nalin em 1 dezembro 2012 às 21:51

Shavua tov Jaime, assisti tua entrevista, com suas ideias pacifista, possamos  ver com sua ótica possamos  entender e multiplicar, a Visão Humanista, não só  Israel X Palestina, todo mundo( pessoas) tem sua própria Guerra.

Comentário de Cris em 23 novembro 2012 às 23:06

Querido Jayme, acabo de asistir o video, infelizmente perdi o lançamento do livro, coincidiu com o regresso de minha viagem para a terra natal e me enrolei, mas ainda vou conseguir um exemplar para ler...rsss. Obrigada pelo teu esforço permanente para o diálogo que possa criar as condições de convivência em paz entre os seres humanos

Continuo a torcer  para que a "Utopia" ganhe força e vire realidade! Grande abraço!

© 2017   Criado por Jayme Fucs Bar.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço