JUDAISMO HUMANISTA

O Judaismo Humanista é a pratica da liberdade e dignidade humana

Nucleo Judaismo Humanista RJ

Informação

Nucleo Judaismo Humanista RJ

Nucleo do JH Rio de Janeiro realiza Encontros mensais para estudos judaico, Kabalat Shabat , ciclo da vida Judaico, Ações políticas,sócias e ecológicas.

Local: Rio de Janeiro
Membros: 45
Última atividade: domingo

Fórum de discussão

Porque a Ciência está tão perto com o Judaísmo - Dr. Mariano Gustavo Zalis , PhD R&D Director Laboratorio Progenética

Iniciado por Jayme Fucs Bar. Última resposta de Cesar Arevalo. - Benaiah Cabral 15 Nov, 2017. 2 Respostas

A mãe judia chega para o filho e diz, Depois de tudo que fiz por você o mínimo que pode fazer é me dar um prêmio Nobel. E ai que começamos com esta importante pergunta Por que temos tantos judeus…Continuar

ENCONTRO JH NO RJ

Iniciado por Jayme Fucs Bar. Última resposta de VALERIA LIMA DE ALMEIDA 7 Set, 2012. 4 Respostas

Chaverim e Chaverot ShalomEstarei por 3 semanas no BrasilGostaria que nessa oportunidade realizar um encontropara nos conhecer, e reencontrar aqueles que conheço.Será no Domingo dia 11 de Novembro…Continuar

DIA 10 mais um Shabat do grupo JH Rio

Iniciado por Jayme Fucs Bar. Última resposta de Uildicler E Silva 28 Jun, 2012. 4 Respostas

 DIA 10 mais um Shabat do grupo JH  Rio AmigosEstaremos celebrando mais um Shabat do grupo do Rio, com a leitura da Parasha da semana, seguido de um bate-papo. O nosso primeiro Shabat neste formato…Continuar

PALESTRA COM PAULO BLANK SOBRE EMANUEL LÉVINAS: O JUDAÍSMO DO OUTRO HOMEM

Iniciado por Jayme Fucs Bar 22 Out, 2010. 0 Respostas

EMANUEL LÉVINAS: O JUDAÍSMO DO OUTRO HOMEM“Se existe algum sentido para o judaísmo de Israel ele se encontra em Emanuel Lévinas”, afirma a PhD Israelense Elizabeth GolwinCom Lévinas, um filósofo…Continuar

Caixa de Recados

Comentar

Você precisa ser um membro de Nucleo Judaismo Humanista RJ para adicionar comentários!

Comentário de Lucas Levison Almeida G em 19 janeiro 2020 às 18:58
O grupo ainda está ativo?
Comentário de Aldemir Motta Borges Junior em 15 dezembro 2012 às 9:32

Chag Sameach Hanuka,

Bom dia, Jayme,

Estive assistindo no Youtube a sua reportagem ao Ronaldo achei espetacular ele falando sobre Israel, muito bonito gostei bastante e comentei lá na Sinagoga Pnei `Or 

Comentário de Uildicler E Silva em 9 junho 2012 às 20:09

Boa noite Jayme!

 Se entendi bem, vai ser num sábado?

  Shalom.

Comentário de Jayme Fucs Bar em 9 junho 2012 às 5:32

Aos Chaverim do Grupo Judaismo Humanista RJ,

Vamos prestigiar o nosso Melamed Paulo Blank em sua Palestra

Enquanto o Messias não vem: Um Olhar judaico sobre a História

 Dia 16 de Junho na ECO UFRJ -  

Local: Sala Vianinha, ECO/UFRJ (Av. Pasteur, 250, Praia Vermelha - Rio de Janeiro/RJ)

Horário: 9h às 13h

 

Comentário de Rufino Maria Filho em 9 fevereiro 2011 às 0:33

Onde é o local de encontros do núcleo JH?

Shalom uBracha!

Comentário de zaqueu da silva siqueira em 7 fevereiro 2011 às 18:54
Olá gostaria de saber se existe aqui no rio de janeiro , algum espaço fisico para encontros?Se seim onde fica ?
Comentário de Uildicler E Silva em 8 janeiro 2011 às 23:56

Boa noite!

Gostaria de agradecer a oportunidade de estar compartilhando com esse grupo e estar aprendendo mais com os chaverim a respeito dos tópicos do nosso modo de vida judaico.

Shalom.

Nahun.

Comentário de Jayme Fucs Bar em 13 outubro 2010 às 3:28
Shabat Bereshit - Recomeçando Pelo Começo
Há Simhá BA Torah

Queridos amigos e amigas,
Nossa reunião-diálogo no encontro do shabat simchah batorah foi muito boa. Experimentamos pela primeira vez a parceria B-T Blank-Tolmasquim. Nossa aventura começou uma semana antes ao nos descobrirmos e resolvermos que valia o esforço e o evento. Tudo transcorreu de forma harmoniosa, combinado passo a passo e com muito carinho como seria esse encontro com o judaísmo que queremos, com vocês e com o texto da Torah.
Imediatamente, como acontece toda vez que lidamos com as idéias e a realidade, nos deparamos com limitações e fomos transpondo cada uma delas. Primeiro o local, depois o número de pessoas que, como convite aberto que era, fugia ao nosso controle; depois infra-estrutura. Enfim, cada detalhe foi pensado para que culminasse no belo encontro- estudo.
Como estamos todos e todas juntas nessa jornada dos buscadores, compartilho com vocês a metodologia que usamos, que obviamente precisa ser aplicada, melhorada, implementada, avaliada e até mesmo descartada se for o caso. No entanto, acho que serve como um guia dos buscadores e por esse motivo esforço-me em sistematizá-la.
Nossa tradição nos brinda com uma estrutura prévia fantástica. Boa parte dela foi exaustivamente pensada, elaborada e reelaborada ao longo de nove séculos por Chaza”l, chachamenu zichronam livrachá – nossos sábios/as de amada memória. Ela une tempo, espaço, sabedoria e agir no mundo. Diz-nos ainda algo muito curioso ao afirmar que o mundo é dividido em quatro reinos, animal, vegetal, mineral e humano. Reino do qual fazemos parte e, nesse contexto, também o judaísmo que estamos praticando.
Iniciamos a noite organizando uma bolha retroativa no tempo (possível em nossa tradição) regressando assim ao feriado imediatamente anterior – simchat torah. Uma vez estando no túnel do tempo de simchat torah, começamos nosso ritual-reencontro. Meditação com a ferramenta nigun (mantra judaico) – tivemos a ajuda da yoguine Estelita, depois recebimento dos anjos dos portais e do shabat, então o nigun de Lechá Dodi para recepção da kalá-noiva/ shabat. Trouxemos a espiritualidade ao acender as velas de shabat com todas as mulheres/meninas presentes. Abrimos espaço para o novo ao abençoar meninos e meninas e reafirmar nosso compromisso com a educação e fomos brindados com o kidush belamente entoado por Joseph e a brachá do pão/sustento feita por Salgado segundo a tradição aprendida no Marrocos e transmitida e preservada por várias gerações até chegar a nós.
Assim, completamente no espírito do chag e de shabat fomos para o estudo em si. Contavamos com vários estudiosos e até mesmo scholars entre nós – o que só aumentou nossa responsabilidade. Ainda dentro da tradição nos debruçamos sobre o texto que lemos no primeiro shabat do ano depois das festas “Bereshit”. Combinamos que assim como no cheder respeitaríamos a limitação de 3 pssukim por estudo. O texto foi lido e cantilado em hebraico (Joseph), depois em grego (Alessandra), depois em português (Adriana). Então seguimos com o estudo com uma reflexão de Blank-Tolmasquim. O estudo durou uma hora e foi amplamente participativo com reflexões valiosíssimas e kushiot-perguntas dos presentes.
A parte final foi um jantar feito por Silvana-Paulo e Rita – Patricia e Neuza. A sobremesa foi trazida pelos participantes bem como os nishnushim anteriores ao jantar e parte da bebida.
Empolgados, combinamos nossa próxima imersão no túnel do tempo judaico na casa de Marita e Ivo.
No fim da noite eu, Paulo, Silvana e Alfredo fizemos uma pequena avaliação do encontro.
Comentários e sugestões são bem vindos.
Um grande abraço a todos e todas. Shavua Tov
Patricia Tolmasquim
Comentário de Elias Salgado em 4 outubro 2010 às 8:54
Certamente haverão outros encontros, tão bons ou mais quanto foi o nosso do último dia 01 de outubro - Shabat Bereshit. Mas igual jamais! Digo isso não para deixer tristes os q. não puderam ir, e sim para incentivá-los a não perder o próximo( ainda sem data e tema - assim q. houver a luz de uma nova idéía/iniciativa, todos seremos avisados. Esta é a maneira, tão nossa(democrática, light?) q. se fazem as coisas por aqui e é isso exatamente que tanto me agrada...
Sobre minhas impressões pessoais do encontrp, se quiserem, podem ler no meu artigo " AO ENCONTRO DE UM LUGAR, EM BUSCA DA FELICIDADE".
Shavua Tov a todos.
Elias
Comentário de Paulo Blank em 16 agosto 2010 às 0:30
oi Elias,mto sucesso paar os dois.Grande abraço.PB
 

Membros (45)

 
 
 

© 2020   Criado por Jayme Fucs Bar.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço